terça-feira, 13 de março de 2012

O quinto mandamento

O quinto mandamento: "Não matarás"

O goleiro Bruno tem novo advogado e nova defesa: agora ele admite que Eliza Samúdio está morta, o que – digamos- não é novidade para ninguém. A menos que a moça estivesse trancada em um porão de algum lugar distante, o que não parecia ser uma hipótese muito viável, visto que se isso fosse afirmado, teriam que trazê-la para provar a veracidade do fato.

Como se a vida fosse um jogo – e na verdade muitos veem dessa forma-  o advogado mudou a estratégia para defender Bruno, agora ele diz que a moça morreu sim e ele não tem nada com isso. Quem matou foi o Macarrão.

Esse Macarrão demonstra uma fidelidade canina para com Bruno. Tem até uma tatuagem nas costas com o nome do goleiro jurando amizade eterna. Um advogado esperto sabe aproveitar as  fraquezas humanas. Jogou a responsabilidade do assassinato em cima dele. Afinal, para que servem as “amizades eternas”?

Obviamente que o Macarrão irá aceitar o peso dessa cruz, já está tudo combinado e armado. O ex-goleiro tem dinheiro suficiente para pagar bons advogados e para comprar amizades eternas.
Resta saber o que aconteceu com esse Macarrão para que se tornasse tão fiel.

Dentro de poucos anos Bruno estará novamente livre, enquanto seus amigos ainda estarão embolorando na cadeia. Terá ainda muitos bens para continuar sua vida calmamente.

E o filho com Eliza?
Dizem que Eliza era modelo... Nunca vi nenhum trabalho dessa moça como modelo. Fez filmes pornográficos. Com certeza no desespero para ganhar uma grana a mais. Um dia foi convidada a participar de festinhas de jogadores de futebol. Festinhas que acontecem muito e dizem ser animadérrimas.
“Apaixonou-se” pelo Bruno? Ou pelo estilo de vida do Bruno? A verdade é que a moça ficou encantada com tanta fartura. Logo ela que vivia sempre no saldo negativo. Obviamente que aproveitou a oportunidade de engravidar e assim exigir uma gorda pensão do goleiro.
Afinal, não é isso que muitas mulheres fazem? Qualquer mané é obrigado a pagar pensão. E se não pagar vai para a cadeia. A culpa não é delas, é dos dois, pois para fazer um filho é preciso de dois. O problema é que o Bruno não agüentou a “encheção de saco” da moça, e resolver dar um basta na situação, usando meios nada éticos.
Se tivesse assumido o filho, teria caído no gosto popular, no politicamente correto. Assim como aconteceu com o Ronaldo Fenômeno, que assumiu um filho que não sabia exisitir.

A jovem morreu e seu filho está sendo criado pela avó materna.
E o espírito dessa moça, onde anda? Deve sofrer muito. Dizem que talvez seus restos mortais tenham sido jogados para os cães se alimentarem. Provavelmente ela deve assombrar o lugar onde morreu. Deve assombrar a cela do Bruno, por isso o advogado mudou a defesa... Agora ele afirma que ela está morta.... Mas ele não tem culpa.
Talvez com o decorrer dos tempos ela assombre o Bruno de uma maneira mais assustadora e ele acabe por confessar  o que exatamente ele fez... E alivie um pouco a barra do Macarrão.



(Selma)

Um comentário:

  1. o Hosaka confessou diversas vezes que me odeia. Mas é explicável: uma ocasião fomos pescar e ele levou a vara na ida e na volta eu vim com a vara atrás dele, assim lhe cabe razão ! hehehe

    ResponderExcluir