domingo, 3 de março de 2013

As aventuras de Pi

Consegui uma cópia desse filme ontem, na banca do César, no Shopping Popular de Diadema, esse é um filme extraordinário que você deve rodar num blu-ray com uma tevê de 40 polegadas e som a 60 decibéis. Essa é a incrível história de um tigre chamado Mr. Parker que passou a vida toda procurando Deus. Ele começou a sua peregrinação na Índia, de onde ouviu falar da famosa porta estreita. Intrigado, ele queria saber onde ficava a porta estreita.

A porta estreita, como todo mundo sabe, é a Bíblia. O problema é que para passar para essa porta você precisa saber ler, mas todo mundo tinha medo do Sr Parker, ninguém se prontificou a ensinar a ler, o máximo que arranjaram para ele foi um bode na Índia. Completamente analfabeto, a sua vida foi conduzido por pecadores. Botaram o Sr Parker num navio japonês em direção ao Canadá, os pecadores queriam vende-lo num zoológico, na América do Norte.

O Sr Parker invocou Deus de toda a sua alma e todo o seu coração. E Deus ouviu as preces do Sr Parker, e Deus afundou o navio. Só que o Sr Parker não entendeu a mensagem de Deus, e assim ele usou o seu instinto primitivo e abandonou o navio, e nadou, nadou e nadou, até encontrar uma pequena balsa. O Sr Parker logo imaginou que fosse Jesus que veio para salvar os seus pelos, mas, não, era mais um pecador, um menino chamado Pi.

O Sr Parker conseguiu expulsar o menino, mas foi por pouco tempo. Quando a tempestade passou, o Sr Parker viu o Pi lendo o manual de sobrevivência numa situação de naufrágio, e mais uma vez o Sr Parker amargou a triste experiência de ser analfabeto em pleno mar. Ou seja, o Sr Parker viveu no cativeiro desde a sua infância, e agora um menino aprendeu como cativa-lo dentro de um pequeno barco.

O Sr Parker teve que conviver com Pi durante várias semanas, passando sede e fome, e o pior é que não tinha mais coragem para chamar Deus. A última vez que o Sr Parker chamou Deus deixou a sua vida bem pior do que era antes. O final do filme é emocionante. O barco foi atracado por uma corrente que levou os dois para a costa do México, e chegando lá, o Sr Parker decidiu escolher o espaçoso caminho da floresta, sem olhar para trás a famosa porta estreita.

Vale a pena ver o filme, ele é sensacional!

19 comentários:

  1. Que bonitinho,que amorzinho...
    Um tigre que acredita em Deus.
    Hoje eu pensei no leão de São Jerônimo.
    Já idealizei escrever "contos- montagem" de prosas de personagens históricos,opondo-as a de outros personagens históricos,simulando uma conversa entre eles.
    Tentei isso uma vez compondo um diálogo imaginário entre o santo referido,e a poeta Safo- em destaque,aqui no blog-em 2.011.
    Ela ficou amiga do gatão dele.
    (hahaha!)
    Depois,fiz o felino "reencarnar" na leoa vegetariana de um dos mestres do guru sri Yogananda.

    O filme que o sr.contoou parece a história de muita gente.
    Por vezes,fazemos preces(não importa a que santos) e a vida piora.
    Isso ocorre especialmente aos que estão no início de uma prática,ou aos que acabaram de mudar de religião.
    Aliás,uma mudança de religião é difícil.
    Os devotos em geral,mudam é de seita numa religião.
    A mudança de tradição gera mais consequências,esse tem sido o meu caso.
    (talvez,o sr.já saiu da crise)
    Nunca fui cristã,de todo modo,essa foi a religião da minha família,portanto ainda estou "substituindo as energias".
    Os monges lá do templo,me contaram que tal crise costuma ser comum.
    Já vivi porém,alguns movimentos antigos em que o mundo parecia desabar em volta,e quando eu me dava conta,havia ficado livre de um problemão antigo,e anterior às preces,(problemão)que eu pensara que ia durar para sempre.
    Idem é melindroso falar com as pessoas a respeito.
    O sr.é um dos poucos que conhecem o caso.
    Quase ninguém admite que isso acontece.
    Talvez nem percebem.
    Eu já vi a cena de muitos se alterar (para pior) por conta de uma conversão religiosa,mas os próprios fiéis insistem em julgar o fato como sendo apenas favorável,desde o começo.

    Esse costuma ser mais um tema da minha preferência ao qual costumo imprimir atenção.
    Me sinto "consolada" por entender que alguns por aí,tem uma sensibilidade acentuada para essas histórias,ao ponto de a colocarem num filme tipo os filmes da Disneylândia.

    Sou uma tigresa,sr.Hosaka...uma tigresa de unhas recolhidas...(kkkkkkk...)
    São Jerônimo teve um gatão,eu gosto de gatos.
    O próximo texto da série "Viagens Maionésicas" irá contar sobre uma remota similaridade entre certo personagem da Grécia antiga,e o santo em referência.
    O primeiro,é o lidiano* Skamandrônimus...que depois vcs saberão quem é.

    *lidiano- natural de Lídia,agrupamento étnico antigo que havia se desmembrado da antiga nação dos hititas,e cujos integrantes,são (segundo acredito) antepassados dos turcos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem costuma me acompanhar no blog do sr.William,sabe que conheço o panteão do Budismo e do Cristianismo,e que admiro ao personagem São Jerônimo,o primeiro tradutor da bíblia,para uma linguagem mais comum.
      O cara era tão encrenqueiro,que quando ele não tinha problema,batia em si próprio,para achar que tinha um...(fiuuuuu...)

      Excluir
    2. Reafirmo que Safo não escreveu poema nenhum reencarnacionista, porque tenho os fragmentos de suas obras e nenhum deles fala desse assunto.
      Acho que a srta. LG leu algum livro do Chico Xaveco onde estava escrito que ela era uma crioulinha que acreditava em Rivailismo-Peruquismo. Ou, então, ouviu isso em alguma palestra do Bichaldo Frango, o qual, pra inventar historinhas mentirosas e absurdas era superior ao Emperucado.

      Excluir
    3. Olá, Adilson.

      Safo não escreveu poema reencarnacionista.
      Também tenho acesso à maior parte dos fragmentos dela.
      A mesma escreveu algumas líricas litúrgicas,mas não mencionou tal crença nelas.
      Tal percepção é particular,e escritores e poetas não costumam mencioná-la em suas obras.
      Sei porém, que ela acreditava em reencarnação,porque "lembrei" disso,aos quinze anos,todavia,só fui saber que essa moça de fato existiu- a partir do final de 2.010.

      Não li os romances do sr.Chico Xavier,só li dele,o "Parnaso do Além Túmulo".
      E não sei quem é "Bichaldo Frango",ahh...deve ser Divaldo Franco.
      Das entrevistas dele,vi algumas antigamente,na revista Planeta.
      Desconheço o que ele faz.
      Jamais li em alguma revista esotérica,uma única menção sobre a poeta Safo,ou eu saberia da existência dela,há vários anos.

      Recentemente,encontrei um elogio à literatura da mesma,num site espírita.
      Não posso "pedir" que o espiritisimo se importe muito com a mesma,se também os filósofos gregos daquele tempo antigo dificilmente são mencionados pelos espiritistas.

      Hã...
      ... esclareci sua dúvida,Adilson.

      Bom dia a vc também.

      Excluir
    4. Em nome da humildade, excluí os comentários anteriores.

      Decidi que certas prosas,só serão mantidas com o sr.Hosaka,e serão para ele que tentarei enviar poesias novas e antigas,-aqui no blog,naturalmente.
      Desculpem-me a inflação dessa página.

      Até mais.

      Excluir
  2. sra. Dona NihilHosakaPegnoratto, tigre acreditando em Deus só poderia ser coisa do Hosaka mesmo. né? Perneta na lua, vinho que não se acaba, disco voador, saci pererê, em bolinha de Lanciano, pão que se multiplica , são outras crendices dele, é um verdadeiro cabeça de porongo seco mesmo ..hehehe.

    ResponderExcluir
  3. A impunidade estragou este país! Pena de morte para narcotraficantes, assassinos, estupradores e pedófilos, juízes, policiais e políticos corruptos, escravizadores, traficantes de mulheres para o lenocínio!
    Não dê dinheiro para padres e pastores. Deus, se não existe, não precisa de dinheiro. Se existe, também não precisa de dinheiro - é dono de todas as riquezas do Universo. Abaixo a vigarice! Lugar de bandido é na cadeia! ..O Hosaka crê em Deus porque tem um medo danado de morrer e se bórra todo nas calças. Mas, quem não tem um medo danado de morrer não precisa de papais e mamães do céu, ou coisa que o valha ! Ardendo muito aí ...cabeça de porongo seco ? hehehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sr.Agudão,dessa vez vc imitou o Teacher direitinho! (rs...)

      Agradeço à Selma,por ter limpado a página das msgs excluídas.
      Uma boa noite a vcs.

      Excluir
    2. O jogo vicia tanto quanto as drogas, arruína o jogador, desagrega a família, induz ao crime, à loucura e ao suicídio! O jogo só dá dinheiro para o bandido que o banca! Lugar de bandido é na cadeia!

      Excluir
  4. Hosaka, é interessante como você colocou sua visão do filme, com o tigre buscando a Deus. Confesso que não percebi isso no filme ( e provavelmente mais nibguém), mas ainda assim é interessante conhecer uma visão inesperada e original do filme. Fico contente de ter lido a sua crônica. Sds.

    ResponderExcluir
  5. Quando o Pi conta a história do cozinheiro, da mãe e do budista, ele está contando a mesma história, mas através dos olhos do tigre. Simplesmente fiz um plágio, ainda assim agradeço o seu elogio. Um forte abraço,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hosaka, esse seu Pi aí é o famoso 3,1416 ????

      Excluir
  6. Bem, a "única prova" que a srta. LG tem de que Safo era reencarnacionista é "porque se lembrou disso, quando tinha quinze anos"...
    Que é que a srta. LG quis dizer? Que sua memória extracerebral voltou à sua vida na Grécia quando foi Safo?
    Que coisa, hein?
    Mas, aposto que a srta. LG não teve lembrança nenhuma da língua grega, tal qual o fantasma nazista do Frei Luís, que não sabe mais alemão, só o português.
    Mas não fique triste não, srta. LG, os filósofos gregos de Rivail também não sabiam mais o grego, somente o francês.
    Entretanto, aposto que o V-V-ai-sem-Volta é capaz de acreditar nessa maluquice LGista, sim, porque ele acredita que o fantasma de alemão é real.
    Pessoal, não posso evitar ficar rindo sozinho como maluco ao me lembrar que a Nihil acha que é reencarnação de Safo e que o lusitano agradeceu emocionado quando, ao perguntar à dra. Selma se o fantasma tinha feito uma declaração pública de que não sabe falar alemão, obteve dela a resposta de que alguém dissera que ouvira, não sabia quando nem onde, que contaram a alguém que já tinham ouvido alguém dizer que parecia que alguém sabia que o fantasma falava alemão fluente...
    Hahahahahahaha!
    Nem o Hosaka imaginaria histórias tão hilárias!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,Adilson.

      Acredite no que desejar,tire suas conclusões.
      Eu desenvolvi a teoria de que temos em nosso sistema nervoso,um conjunto de neurônios vinculado ao nosso passado "extravidas" e que vez por outra,é possível acessar algumas imagens nele presentes.
      Use tal "teoria" para imaginar como ocorrem as regressões a vidas passadas,sejam espontâneas,ou deliberadas.

      Nem eu nem minha amiga do passado,"iremos" ficar falando na nossa vinculação mútua.
      Se eu já fui grandiosa,espero ter sido "grandiosa" ao menos,para ser uma pessoa melhorzinha,hoje em dia.
      Não é meu desejo "me exibir" a toda hora.
      Isso eu farei com certeza,quando eu escrever poesias aqui,ou quando eu cismar de discorrer ao "meu respeito em relação a ela",sem nenhum "convite exterior".
      Mesmo nessa última parte,agirei "cautelosamente".

      Sem debates,por ora.

      Excluir
    2. é um palhacito sem jeito, esse kara 233

      Excluir
  7. Amigo visitante que procura assuntos de religião, acorde.
    Ei, amigo, ACORDE!
    No Frei Luís não se materializa espírito de médico nazista nenhum, porque não existem espíritos.
    Aquilo é uma farsa que tem a ajuda do psicopata e canalha Carlos Verezza. É apenas um V-V-eado loiro que aparece fantasiado de fantasma de médico alemão e usa máscara cirúrgica e luvas para não ser reconhecido e não deixar impressões digitais.
    Esse método não foi possível usar (tirar foto e impressão digital), mas vou encontrar outro. Esses crápulas não vão enganar os pobres ingênuos que vão ali em busca de cura para sempre.
    A porrada na cara do farsante é uma solução, mas vou depender de outros para filmar o ocorrido mas que não deixem os seguranças tomar os celulares. Colocar isso no YouTube seria ótimo, embora pouco adiantasse para convencer idiotas como o V-V-ai-sem-Volta, o qual ainda acredita na mediunidade do Chico Xaveco, a despeito das fotos da NASA que mostram Marte sem florestas, sem mares e sem cidades de habitantes alados. Esse idota português iria dizer que é uma montagem mentirosa e continuaria a acreditar que aquele antro de enganadores é "solo sagrado".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EM VERDADE... EM VERDADE VOS DIGO... esse besta 233 JAMAIS!!!!!... vai pisar aquele SOLO SAGRADO!!! do C. Frei Luiz...

      ... ele, o 233-canalha-macacão, tem perfeita noção que caso se
      aventurasse em qualquer tarefa de "pastor-impostor-bandoleiro"
      naquele espaço, sua mente-demente não suportaria tanta VIBRAÇÃO DE PUREZA ESPIRITUAL e logo entraria em colapso, levando seu corpo que um dia vai apodrecer e desaparecer (já que, como se sabe não herda o reino dos céus) entrar em espasmos convulsivos e espumar verde por aquela bocarra fétida de tanta trampa sair por ela...

      portanto... as ameaças que esse besta 233 despeja, vale tanto ou menos que bosta de cachorro defecada num baldio qualquer...

      :))...


      Excluir
  8. Néco : Olá Hosaka, quem te mandou um abração por trás foi o Duca.
    Hosaka : Legal, mas quem é esse Duca ?
    Néco : É aquele que te babou na nuca, hehehe

    ResponderExcluir
  9. Néco : Olá Hosaka, quem te mandou um abração por trás foi o Duca.
    Hosaka : Legal, mas quem é esse Duca ?
    Néco : É aquele que te babou na nuca, hehehe

    ResponderExcluir