domingo, 23 de junho de 2013

[Ressurection Remix XXDLL5-AOSP] Review

[ROM][XXDLL5-AOSP] Resurrection Remix PitchBlack EDT JB V1.0.1/13.01.13/ OTA / Aroma

Trata-se de um projeto abandonado, publicado em novembro de 2012, ele recebeu 50 páginas de comentários, mas o último comentário aconteceu em março desse ano, e nada indica que o programa receberá benfeitorias.

Mas também nada garante que o ROM oficial do Note 2 ultrapassará a fronteira do Android 4.1.2, ouvi um comentário que a Samsung prometeu o Android 5.0 para o Note II, mas com a chegada do S4 e o anúncio do Note 3, eu acredito que nós fomos abandonados, não só pelo desenvolvedor do Remix mas também pelo vendedor do Note II.

Não faz nem sete meses que eu comprei o Note II, e eu me sinto chateado por estar com um equipamento obsoleto. A única alegria que eu tenho é saber que o Note II funciona, o celular, as mensagens, o Email. Eu gosto a beça do CM 10.1 bem como do sensor de movimento, o S Pen, a multijanela e principalmente o meu radinho de bateria do ROM da Sammy, mas é chato ficar zanzando de um ROM AOSP uma hora e um ROM Sammy em outra hora.

Para resolver esse problema é que foi criado o Remix. Mas ele foi projetado com uma densidade de 240 dpi, sem a opção de aumentar para 320 dpi. No Play Store, existe um clássico programa chamado LCD Density, mas ele mata o Remix bem como o Note II.

Esse é o problema do Android, ele faz o usuário ficar frustrado porque induz o usuário a querer mais, e quando o usuário chega até o Remix e percebe que o desenvolvedor sumiu, não resta outra alternativa senão ficar insatisfeito.

Talvez isso explique porque tanta gente saiu nas ruas para mostrar sua insatisfação. Nós já estamos acostumados com o abandono do governo, dos empresários, mas ser abandonado pelo desenvolvedor do Remix e pela Samsung, isso ninguém merece.

[publicado orginalmente no Brasil Droid]

Nenhum comentário:

Postar um comentário