terça-feira, 7 de maio de 2013

Desânimo

Parece que o afastamento do  Sr.  IEU causou desânimo aos comentaristas do blog. 

Tenho uma perguntas a fazer,  baseadas no texto abaixo, sobre profecias bíblicas:


No Salmo 90 temos as seguintes palavras, a que Pedro aponta nos Atos como profecia da traição de Judas: "O homem com quem Eu vivia em paz, em quem Eu depositara a minha confiança, que comia à minha mesa, esse mesmo foi buscar a minha perdição. Porém, Tu, Senhor, terás piedade de Mim e me ressuscitarás".

O profeta Zacarias havia predito que Cristo seria "comprado" pela quantidade de 30 moedas de prata e que esta quantia depois retornaria ao Templo (Zacarias 11:12;/ Mateus 27:9).

Pois bem:

1. Se estava  "previsto"  que Jesus nasceria e seria traído, é porque tudo já estava planejado na espiritualidade, ou seja, Jesus encarnou com essa missão;

2. Se estava previsto que Jesus seria traído, é porque um espírito deveria encarnar como traidor, que foi o caso de Judas. 


SA

59 comentários:

  1. Olá Selma.

    Eu não me desanimei,tenho estado presente todo dia,e mesmo meu "pensamento livre" tem uma essência mística(e religiosa)
    Mais tarde opinarei sobre a questão do texto principal.
    Antes irei "tripitaquear" nela o dia inteiro.(...)

    Bom almoço a nós todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anteontem quando escrevi a mensagem acima,e fui deslogada do "metilene",achei que a perdera.
      Obrigada por devolvê-la ao blog.

      Deverei justificar umas falhas.
      Dois comentários meus excluídos dessa página eu postara em locais errados,e por isso os excluí,mas isso não ocorreu por desatenção.
      Duas vezes, repliquei embaixo da mensagem que a ser respondida,mas a réplica foi para em outro lugar.
      Ainda estou me reacostumando ao "sistema" daqui.(passei um tempão longe)
      Às vezes, é preciso fechar a página, para abrir de novo.
      Problemas de conexão também auxiliam as atrapalhações.

      Excluir
  2. Hahahahahaha...

    Eu não sinto falta do Sr IEU. Ele escreve muito bem, ele me faz sentir envergonhado com a minha redação infantil contra o prosaico acadêmico que ele demonstra ter. Ele só veio gastar o seu formidável vernáculo para dizer que o Blog é bom mas os colaboradores a estragam, fez uma enorme lista da nossa falta de planejamento e estrutura na hora de expor as nossas experiências de vida, acrescentando que os colaboradores estavam arrastando o blog para longe do centro da meta que é a Religião.

    Como colocar o blog no centro da meta? O Sr IEU aconselhou estudar mais e improvisar menos, e foi embora. Grande ajuda!

    Lá em 1984 eu li a Bíblia, e o primeiro texto que eu vi foi o do Genesis, onde vi a profecia mais fácil de entender, que é a do José. Ele disse que os primeiros cinco anos de qualquer blog é cheio de um monte de vacas gordas. Esse é o problema desse blog, esse tempo já foi. Agora, estamos entrando na fase que falta capim.

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. tripitaka 1.035

      Boa noite a vcs.
      Primeiro contarei porque estou usando outro e-mail.
      A conta do "metilene" me deslogou porque detectou "atividade incomum",tentei enviar meu celular para verificação, o qual foi considerado inválido.
      Quando eu puder, repetirei a tentativa.
      (eu usava pouco aquele e-mail, mas a mudança no sistema dos nossos blogs me deixou sem opção senão viver postando com ele...)

      Li o texto principal ao meio dia,tentei replicar,e foi naquela hora que eu saí do ar.

      Darei minha interpretação como resposta à pergunta.
      Quem previu que o sr.Jesus seria traído por "trinta reais", conhecia a rotina dos movimentos políticos ou religiosos clandestinos,e entendia que sempre havia um traidor nos mesmos.
      O que ele previu realmente,foi que o hierofante precisaria apregoar suas idéias, às escondidas.
      Imaginar o traidor não foi nenhum exercício de clarividência,mas sim,de futurologia.

      Para mim é meio incomum comentar "outras religiões",mas gostei de opinar no assunto.
      Oxalá,apareçam outros comentários.

      Excluir
    2. vida comum

      (título que eu passarei a usar para os temas que não combinarem com religião(tripitaka) livre pensamento(qualquer título), literatura(encrenca) ou arte/natureza(encantadora)

      Não desanimei com a saída do sr.IEU.
      Estou aqui diariamente,ou melhor,"madrugadamente"- que é quando eu escrevo meus melhores textos.
      Eles estão com um forte conteúdo místico, apesar de um tanto originais.
      Fiz uma experiência com o "livre pensamento" na página da crônica "o meu terceiro banho", do sr.Hosaka.
      Sei que foram lidos, se interessaram é outra história...(que eu gostaria que acabasse na geração de ibope.)

      Excluir
    3. encrenca 1.229

      A futurologia é diferente da profecia.
      A profecia é mística.
      A "futurologia" é uma cognição baseada em exemplos do passado.
      Quem pratica tal arte sem instrumentos, tem uma excelente percepção para as possibilidades.

      Qualquer um que eu convido a pensar em quem seria a Safo de Lesbos hoje em dia, diz que ela seria praticante do budismo.
      A maioria não sabe da minha identificação com ela, então
      não influencio uma opinião assim nos interlocutores.
      Eles até vão longe nisso.
      Imaginam que ela seria adepta do theravada- em resumo-imaginam que ela seria uma monja vivendo nalgum templo distante.
      Não sei porque o apreço à personalidade dela gera uma percepção do tipo.
      Quando "eu era ela" ela sabia que um dia viraria "eu".
      Ali,as clarividências futurólogas eram comuns, porque o povo vivia próximo à natureza,o que facilita os insights.(no tempo presente, quando morei numa região rural,eu via fantasmas e deixei de vê-los,ao me mudar de lá)
      Não exageremos.
      Ela não sabia que ia virar uma srta Nihil, mas sabia que ainda seria uma mulher simples.
      Receando perder a verve poética, orou aos deuses para não perdê-la de todo.

      Por que algum hierofante esperto poderia vaticinar que ela iria aderir futuramente a uma religião nascida numa pátria de elefantes e vacas? (quem falou em vacas hoje? kkk...)
      Juro que não sei.
      Sou "dona desse passado",mas só o meu inconsciente conhece o mapa que a levou(ou que me levou) até o Budismo.

      Não temo mais perder uma verve poética que vai e vêm quando bem entende.
      Receio é ser escrava das minhas ações antigas.
      Se tudo o que eu faço,ou que eu fizer- está em meu DNA comportamental,onde está a liberdade?
      Melhor tentar ver o lado positivo.
      As evoluções previsíveis,desde que favoráveis- são para o bem,e corrigem os objetivos.
      Assim como as crianças crescem,passam a expressar em sua adultez a educação que tiveram -e tal contingência quase sempre dá bons resultados.

      É isso, por enquanto.
      (texto reeditado)

      Excluir
    4. tripitaka 1.036

      Decidi que eu iria praticar o Budismo aos catorze anos,mesmo sem haver nenhum templo perto de casa e isso depois de ler sobre ele numa publicação religiosa que criticava ao mesmo Budismo.(que incrível...)
      Fiquei atraída pela descrição que fizeram.
      O tempo passou.
      No ensino médio fui amiga da Helena nissei que enfrentou com equilíbrio um drama em família,e isso me deixou admirada.
      Pouco tempo depois(contei tal história no blog Onírica), passeando num parque ecológico, pensava que nenhuma religião respeitava a liberdade de sermos naturais mas concluí que elas transmitem princípios civilizatórios.
      Aí fiquei preparada para a "comunhão" com os santos do eón atual.

      Mais uns anos passaram.
      Perto do emprego havia a livraria Brasiliense, que era decorada pelos pôsteres das figuras pintadas por Giuseppe Arcimboldo-e eu costumava frequentá-la.
      Minha prateleira preferida era a dos livros místicos.
      Os balconistas me deixavam lê-los porque eu comprava alguns.
      Atualmente as grandes livrarias tem uma mesa ou um sofá para os que querem ler o prólogo das publicações.
      Estive em dois movimentos esotéricos, aprendi meditações diferenciadas, mas a opção antiga pelo Budismo acabou vencendo depois de eu ir numa palestra de uma mística, palestra que me aborreceu, mas que me despertou para a realidade.
      Voltei a ler os livros adquiridos na Brasiliense(que agora só existe em Brasília).
      Passei a ir num templo no bairro da Liberdade, depois, em outros.
      Posteriormente já estava nos ensaios da coreografia da tomada de refúgio.
      Não posso mencionar nomes de amigos dessa fase, pois eu não saberia transcrever.(são nomes chineses e tailandeses)
      No dia do "batismo" mamãe foi, mas não ficou na "nave" por causa do cheiro dos incensos.
      O ritual com seus tambores, sinos, genuflexões,me lembrou meus pesadelos em 1.984 nos quais me via justamente "tomando o refúgio".
      De tarde, fomos jantar num restaurante.
      Estive "moída" a semana inteira depois desse dia, mas minha sorte começou a melhorar.
      Foram muitas histórias.
      Meu pensamento mais forte naqueles momentos eu enderecei para meu primeiro amor, que eu considero o influenciador da minha decisão.
      Desde que o conheci,eu sabia que eu iria ter alguma religião, uma vez que o amor nos insere na realidade do mundo e nos socializa.

      Em casa em tempos idos, o povo achava que eu tinha "alguma doença" por não seguir crença nenhuma, enfim eu era uma "arara colorida exótica" que as pessoas admiram, mas não levam muito a sério.
      (sabem essas esotéricas que tem um monte de ícones de santos em suas casas,mas não rezam para nenhum?
      Fui uma delas...)
      Então meu ingresso tardio numa instituição assim chamou a atenção, pois meu grupo fez parte dos novos cristãos(evangélicos) que surgiram no país a partir de 1.977.
      Tive minhas curiosidades sobre o Cristianismo, li algumas biografias do sr.Jesus e também os livros do sr. J.J Bénitez.
      Acabei contudo tomando birra devido às contradições encontradas,e devido à situação política do "Brasil, maior país católico do mundo,nação do terceiro milênio, pátria do evangelho".
      Outros budistas que conheci admitiam que também achavam tal afirmação incompatível com nossa realidade nacional nada glamourosa.
      Todavia tenho prática em permanecer na superficialidade desses temas.

      Diariamente,renovo os três refúgios,e quando lembro,recito os cinco preceitos.

      (juro não fazer isso,não fazer aquilo,não ...etc)

      continua

      Excluir
    5. final

      Minha "estrada pessoal" é tumultuada,e as "cobranças cármicas" correm soltas.(outrossim,os prêmios são pontuais)
      No Budismo tudo acontece com rapidez,e isso não é apenas uma crença.
      Quem adere a uma religião qualquer fica sob a proteção dos hierofantes invisíveis da mesma, os quais passam a favorecer um modo de vida.
      Safo um dia fez promessas religiosas que não teve tempo de cumprir.(morreu antes)
      Talvez deverei cumprir tais "promessas".
      Vai saber se o povo não está certo,e se eu não acabarei mesmo indo me esconder no monastério da Serra dos Órgãos algum dia...
      ...pois para mim, apesar do tempo que passou,tudo está só no começo.

      §§§§§

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Pedido de ajuda.

    Preciso de uma orientação.
    Estou tentando criar uma conta no Gmail, sem conseguir.
    Faço o possível para digitar os dados pedidos corretamente,mas quando chego no "próxima etapa",a página retorna,e apaga as informações.
    Vez após vez.

    Ainda não havia tido esse problema,o sistema de inscrição mudou,e não está me informando onde está o erro.
    Ficarei agradecida pelo retorno.

    Um bom dia aos que verem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Gmail está funcionando.
      Criei uma conta chamada 2012nihil com a senha nihil2012. Se você quer utiliza-la, fique a vontade, mas altere a senha, e cadastre a sua conta de email alternativo.
      Um forte abraço, Frank

      Excluir
    2. Eu vou precisar mesmo, sr.Hosaka, pois não consegui excluir meu nome da primeira que criei há dois anos atrás.
      Ele aparece em alguns sites- (LG)

      Mais tarde,irei acessar.
      Mil obrigadas por isso.
      Mais tarde voltarei ao blog,mas acho que nessa noite não vai dar para escrever,pois ficarei novamente ocupada com essas contas.
      Isso todavia,irá se normalizar em dois dias.

      Até breve ao povo.

      §§§§§§

      Excluir
  6. É o que vcs estão pensando.(hehe!)

    Estou tentando criar um e-mail do gmail para o Contravocê.
    Mas, depois tentarei alterar minhas contas atuais,e receio perde-las e não recuperar mais,caso o problema persistir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A minha religião reza que cada pessoa tem uma alma, logo o correto é cada pessoa ter apenas um email. Se fosse para eu ter uma conta para cada santo que lembramos em nossas missas, o blog viraria um inferno com uma legião de nomes que só serviria para aporcalhar a tecnologia da informação.

      Se você é a reencarnação da poetiza da Grécia, haja como tal, psicografe a sua mensagem apenas com uma conta. Ou o budismo reza que em cada pessoa temos mais de uma alma?

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Se eu tiver uma terceira conta com o nique Nihil,sr.Hosaka, irei excluir a primeira que criei dois anos atrás.
      O Contravocê é um personagem "particular" com quem gosto de falar, às vezes.
      Não pretendo ser "politeísta" com meus e-mails nem tumultuar o blog, mas estou tentando na presente data resolver uns problemas que apareceram(chega uma hora em que não adianta adiá-los.
      Ontem fui deslogada,não consegui me relogar logo,e por isso é seguro ter e-mails "de proteção", caso eu não quiser ficar excluída dos nossos sites)

      O sr.tem razão no que escreveu-e eu continuarei "pudica" virtualmente.
      Nem deveria ter postado tanto sobre essas trivialidades nessa manhã,mas com minha dispersão atual,não estou conseguindo ser concisa ao expressar os pensamentos.(nem estou conseguindo evitar editar o mesmo texto várias vezes)

      Entre hoje e amanhã, voltarei ao "normal".

      Outro abraço,mais tarde irei acessar ao e-mail que o sr. arrumou para mim.


      §§§§§

      Excluir
  7. Quem não acredita que tudo está determinado também tem de acreditar que que um prédio ou uma ponte podem ser construídos sem planta. Manda-se um monte de operários para um canteiro de obras, sem nenhuma planta, sem que saibam o que vão construir e, no fim, tem-se um edifício com vinte andares e 100 apartamentos...muito lógico! E como comprar o material, se não existe planta alguma dizendo o que vai ser construído?
    Teria Deus criado tudo o que existe sem determinar nada, sem nenhum plano preconcebido? Então, o que acontece acontece por que motivo e com que objetivo?
    Ora, a Bíblia diz que Jesus morreu para salvar os pecadores, levando sobre si a culpa de todos porque Deus assim quis. Pedro, no livro de Atos dos Apóstolos, afirma isso o tempo todo. Se nada disso estivesse determinado e se os sacerdotes e os romanos não tivessem resolvido crucificar Jesus, o plano de Deus falharia.
    E acaso Deus pode falhar? Sua vontade pode ser contrariada?
    Jesus disse que nenhum dos que o Pai lhe confiara se havia perdido, exceto o FILHO DA PERDIÇÂO, PARA QUE SE CUMPRISSE A ESCRITURA.
    Ora, tinha um babaquara aqui, cuja ausência andam lamentando, que dizia que só dava valor às palavras do próprio Jesus (e achava esse argumento muito inteligente). Jesus sempre citou o cumprimento das Escrituras, logo, ele próprio defendia o determinismo.
    "Filho de" é uma expressão do aramaico. Ela indica uma natureza que imutável, porque ninguém escolhe sua própria filiação, nem tem como mudá-la. Quando Jesus chamou a Judas de filho da perdição, queria dizer que ele estava destinado a ser o traidor e que não tinha salvação.
    A srta LG não pode acreditar em profecias, porque só Deus pode dizer o que vai ocorrer no futuro. No Bundhismo não existe Deus, é uma Filosofia ateia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Babaquara? Isso é uma expressão aramaica para "besta arrebatada ao quadrado"?

      Excluir
    2. tripitaka 1.036

      Para o Adilson.

      A "profecia" é mística, porque pressupõe a ciência prévia do que "Deus decidiu".
      Em toda semente existe o projeto da árvore.
      Isso também é uma questão de "cálculo"- mas uma vez que as decisões de Deus são maiores- costumam ser menos acessíveis ao conhecimento.
      Várias profecias feitas por pessoas "do povo"- mesmo quando impressionam- são exercícios de futurologia comum.
      Que nem a previsão do tempo,ou dos indicadores econômicos.

      Há pouco eu li a reportagem (abaixo) postada pelo sr.Hosaka.
      Baseada nela, é fácil imaginar que em cinquenta anos, professores de ciências exatas vão precisar ser "importados" das Arábias(ou sei lá de onde) para o Brasil.

      Excluir
    3. vida comum 1-

      (sr.Hosaka)

      Estou sem motivo para remorso.
      Defendi o sr.,e então ele parou de te criticar.
      Contudo,o sr.ficou com raiva,do mesmo jeito que nunca aceitei certa espírita que era amiga do prof.Andros,e o problema não era ciúme ...(ela era inconveniente.)
      (onde estará agora?
      Por que não continuou em contato com o professor?...
      "Compreendi" posteriormente que o que ela queria de verdade, era "trolar" nossas prosas. )

      (gosto do sr.IEU, apesar das críticas que ele fez).

      Ah,Nihil,deixa de ser "joana",vai...
      Agora, somos apenas os seis de sempre nesse site...eu,o sr.,a Selma,o Adilson,o sr.Vaivolta,o sr.Especialista...até o Contravocê disse que só irá aparecer lá pelo mês que vêm.(hohó!)

      Excluir
    4. Bom dia, Srta Nihil,

      Eu nunca fiquei com raiva.
      Eu sou a raiva!

      Um forte abraço, Frank.

      Excluir
    5. encrenca 1.330

      (parodiando um passado aí)

      Sr.Hosaka, não podemos "ser a raiva" num templo dedicado às prosas,isso não nos convêm.

      (haha!)

      Excluir
  8. A matusquelinha está incomodada com o novo modelo do Blog, porque quer ficar criando nicks alternativos para responder a ela mesma.
    É lelezinha da cuca, coitada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse hábito de julgar a Srta LG é de sua livre e espontânea vontade ou foi Jesus que predeterminou antes de criar o mundo em seis dias?

      Excluir
    2. Tem de haver o lado de fora, para poder haver o lado de dentro. Deus criou todas as coisas e a todos nós, uns bem acabados, outros meio defeituosos mentalmente, mas todos têm sua utilidade no conjunto final.
      Neste Blog, os idiotas e débeis mentais também são importantes, de alguma maneira misteriosa. Como é que eu combateria a crença na habilidade de mortos para consertar computadores, se o senhor não tivesse pago ao técnico e agradecido à defunta Teresa o conserto do seu PC?
      Se o galego não enaltecesse as imposturas do Chico Xaveco, como é que eu teria oportunidade de dizer que aquele pilantra era apenas um V-V-eado enganador?
      Como é que eu ia começar um assunto para dizer que a LG é ateia e que o Bundhão gordo é apenas um defunto histórico, se a maluquinha não dissesse que ele abençoa a humanidade?

      Excluir
    3. entropia 162

      Adilson,ontem eu estava usando o netbook num ônibus movimentado.(naquela hora os assentos estavam vazios,por isso,tive a sorte de ocupar um)
      Repliquei sua expressão de implicância contra meu amigo Potiguar,mas publiquei-a desalinhada,e aí ela acabou saindo do lugar.
      Por isso,precisei excluir.

      Mas,esse meu trololó, é só para lhe perguntar uma coisinha,de novo.
      Como vai a sua...entropia?

      (tóing...)

      Excluir
    4. entropia 163

      Aos demais.

      Nas últimas horas,eu não escrevi porque "reparei a noite insone" de ontem.
      Acordei há pouco.
      Quando eu puder,voltarei a verificar meus e-mails do gmail,e aí eu acessarei o e-mail que o sr.Hosaka arrumou para mim.

      Excluir
    5. tripitaka 1.037

      Ao Adilson de novo.

      Vc fica me chamando de atéia, mas não posso ser elogiada assim.
      O "ateísmo" não é a descrença num ou noutro tipo de Deus, que pode ser compensada pela crença em outras instâncias sagradas, mas é a atitude refratária a toda idéia transcendente.
      Considero tal atitude uma síndrome neurológica de nascença- semelhante à Hiperatividade,e outras que não tem muita solução.

      Eu acredito no sr.Buda o qual para mim, é meio Deus.
      Ser "quase Deus" é praticamente ser um.
      Ele,junto dos demais "luminares" acima das milagrosas nuvens do céu, abençoam e abençoarão sempre a Humanidade.
      Esteja ele onde estiver, jamais irá esquecer de nós.

      ( onde vc estiver não esqueça de mim...

      - Roberto Carlos)

      Excluir
    6. O Bundhão gordo nunca falou em Deus ou em deuses, se você acredita que o Bundha é Deus, então releia tudo de novo porque não entendeu nada.
      O Bundha morreu, não existe mais e não olha por ninguém, porque morto só serve para nutrir os vermes.

      Excluir
    7. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    8. Algaravia tonta

      ele é Deus
      o Deus é meu
      e não é seu
      o gato comeu
      seu sonho que desapareceu
      _sua entropia se f...

      ele morreu
      toda criatura já morreu
      de morte encomendada ou à revelia
      ...morreu tá morrido,filho meu...

      todos iremos nos ferrar um dia
      voltaremos à terra
      viraremos água e comida
      do gado e das galinhas
      mas nossas almas viverão acima das esferas

      e ali,te perguntarei eu
      depois de levar orquídeas para o meu Deus,

      como vai a sua empatia? (tóin...)

      O Contravocê foi numa igreja
      uma estátua de jesus
      emanando alguma luz
      _ora veja!...
      começou uma algaravia.

      Meu brother foi embora muito só
      e morrendo de dó.
      (ora,todo mundo morre de alguma coisa...)

      Excluir
    9. Hahahahahahaha!
      A matusquelinha acha que isso aí é poesia e, pior ainda, acha que é reencarnação de Safo por causa desse talento incomparável de pensar que empregar frases medíocres em linhas diferentes é fazer poesia.

      Ainda não achei motivo para me arrepender de ter dito que cabeça de religioso tem estrume dentro...
      É cada besteira!
      E achar que o defunto gordo abençoa a humanidade não é o pior, se comparar com o lusitano que acredita na materialização de médico nazista em Jacarepaguá. E o idiota diz que aquele antro onde um V-V-eado se fantasia de fantasma de alemão é "solo santo"...

      Excluir
    10. entropia 164

      Cada um tem o que merece, sr.Adilson.
      Você tem o Deus que merece,e ainda fez por merecer minha poesia chata.
      Na próxima vez, irei homenageá-lo com a "Entropia".

      -Para os demais bloguistas,

      Passei essas horas enviando alguns textos meus para o outro blog(meu blog).
      De noite,ou amanhã de madrugada,voltarei a escrever um pouco mais aqui.
      Desculpem pelos "dois comentários excluídos" de agora- um deles foi a poesia acima postada no lugar errado,que era para ser dada apenas para o Adilson.(kkk...)

      Uma boa sexta feira a todo mundo.

      §§§§§§§§§§

      Excluir
  9. O Estado de S Paulo

    Quem quer ser professor?

    O governo federal alardeia que ser professor é exercer "a profissão que pode mudar o País", mas o que se comprova é que se trata de uma carreira que vem perdendo prestígio e pela qual há cada vez menos interessados.

    O problema é especialmente grave no ensino de ciências exatas, essencial para o crescimento de qualquer país. Embora não se trate de algo novo, o fenômeno tem se acentuado nos últimos tempos, e há novos levantamentos mensurando o grande desinteresse dos jovens pelo desafio de ensinar e, dessa forma, "construir um Brasil mais desenvolvido", como diz a propaganda oficial destinada a atrair mão de obra para as salas de aula.

    Uma pesquisa recente feita com ingressantes nos cursos de licenciatura em matemática e física na Universidade de São Paulo (USP) mostra que cerca de 50% deles não estão muito dispostos a dar aula nas respectivas áreas. O resultado é particularmente importante quando se leva em conta o fato óbvio de que os cursos de licenciatura são justamente aqueles que formam professores para o ensino fundamental e o médio.

    A pesquisa constatou que a maioria dos ingressantes nesses cursos de licenciatura optou por eles porque a exigência do vestibular era bem menor, porque o curso é gratuito, porque têm afinidade com matemática ou física e porque abrem caminho para a pós-graduação. O levantamento mostra ainda que os ingressantes em licenciatura se enquadram num perfil socioeconômico mais baixo do que o dos demais cursos na USP, situação que, de acordo com o estudo, se repete em cursos semelhantes em outras partes do Brasil. É, portanto, uma porta de acesso ao ensino superior para as faixas mais pobres da população.

    Os estudantes que se disseram em dúvida sobre abraçar a carreira de professor destacaram que podem se sentir estimulados se a escola for "reconhecida por ter um bom trabalho educacional" ou se tiver "autonomia para elaborar projetos educativos, ensinando com certa liberdade". As respostas denotam idealismo dos entrevistados, mas, na prática, impõem condições que hoje não são atendidas na rede pública de ensino, mas apenas nas escolas particulares.

    O sistema educacional público no Brasil padece de um erro de enfoque: privilegiam-se os controles de desempenho dos professores - inclusive com a distribuição de prêmios em dinheiro - sem, no entanto, valorizar a carreira em si. Os salários são considerados baixos em vista da importância da profissão. Pretende-se exigir dos professores que sejam conscientes de sua importância social, mas o magro contracheque diz outra coisa.

    Além disso, a precariedade das instalações da maioria das escolas públicas evidencia o descaso do Estado com os profissionais de educação, obrigados a lidar com a crônica falta de material e de equipamentos para enfrentar o desafio diário de estimular seus alunos a aprender.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Continuação:

      Outro aspecto que foi levantado pelos entrevistados na pesquisa diz respeito ao desprestígio da profissão de professor na educação básica. Estudantes de medicina ouvidos pelos pesquisadores disseram que não se tornariam professores porque, entre outros motivos, a remuneração é baixa, a possibilidade de ascensão profissional é mínima e as condições das escolas são ruins. No entanto, esse mesmo grupo de entrevistados, assim como os demais, enfatizou que considera o professor muito relevante para o País, por ser o responsável pela transmissão de valores e conhecimentos.

      Há, portanto, um abismo entre o ideal de uma carreira e sua realidade, demonstrado cabalmente pelo desinteresse dos estudantes de licenciatura. Assim, o déficit de professores de matemática, física e química, que já é de 170 mil, tende a crescer.

      O resultado disso é que o desempenho dos alunos da rede pública em ciências exatas, que já é um dos mais fracos do mundo, tem tudo para piorar - a não ser que o governo aja radicalmente e, sem mais delongas, restitua ao magistério o orgulho profissional.

      Excluir
    2. (professores)

      Adoráveis dinos(dinossauros)
      de outros tempos
      sua vida é viver infundindo
      o conhecimento

      Hierofantes fidedignos
      na totalidade dos templos
      despertam o alento
      vêem nascer o amor nos corações
      moldam o pensamento
      curam o espírito("curar" também é passar o vaso pelo fogo brando)

      O cidadão de muitos lugares
      que viaja na maionese metafísica
      criando suas linguagens
      e metomínias
      atemporais
      nasceu do barro e da argila
      assimilou o prana em suas narinas
      - mas diz a profecia
      que ele esqueceria...
      pelo resto dos carnavais

      aos deuses da criação.

      Deuses tendem a ficar ultrapassados
      a virar estátuas e colossos
      trespassados e mofos
      - Rhodes,em sua aposentadoria
      foi parar no fundo do mar encapelado.

      Excluir
  10. Pois bem:


    1. Se estava "previsto" que Jesus nasceria e seria traído, é porque tudo já estava planejado na espiritualidade, ou seja, Jesus encarnou com essa missão;


    2. Se estava previsto que Jesus seria traído, é porque um espírito deveria encarnar como traidor, que foi o caso de Judas.
    ---
    Pois é Selma... por esse prisma, Judas, afinal, devia ser admirado como vitima e herói, pois cumpriu exatamente o que - qual robot sem direito a escolher outro rumo - estava "determinado" ainda antes da criação do univ...

    e...

    Herodes...

    e...

    Atila...

    e...

    Hitler...

    e...

    todos no mundo, afinal...


    mais néscio do que isso é impossível...


    ResponderExcluir
  11. A dificuldade de entender o determinismo é supor que Deus está preso ao tempo. Para Deus não há eventos sucessivos, tudo já aconteceu ao mesmo tempo para Ele. O mundo não é como um filme para Deus, com princípio meio e fim, mas é como uma foto com tudo já estampado.
    Mas para entender esse tema difícil é preciso ter muita leitura de obras filosóficas. Ficar lendo Rivail falar de fluido cósmico universal e Chico Xaveco descrever a imaginária vida no sistema solar só atrapalha o raciocínio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. ... essa da "dificuldade de entender o determinismo"... faz lembrar aquela saída pela porta do fundo muito usada por alguns "religiosos" quando são confrontados com uma atitude aparentemente não consentânea com a magnanimidade de DEUS e, não tendo resposta racional e sensata para o facto, chutam para canto e dizem "... só Deus sabe"...

      entretanto...

      ... afinal, todo mundo apenas faz o que deve fazer segundo o que já estava "determinado" para sua conduta ainda antes da criação do universo...

      (doutrina do "pre-codificado" 233, dirigida para quem foi "programado" aceitar este inocentar de todos os que vieram/vêm/virão... a este mundo de robot's humanos")...

      Excluir
    3. Pierre Janet considerava os espíritos simples criações do subconsciente.

      Pierre Janet (1859-1947)

      Janet, que teve formação em psicologia e psiquiatria, apesar de pouco conhecido atualmente, é amplamente reconhecido como o fundador das modernas visões sobre dissociação (Colp, 2000; Putnam e Lowenstein, 2000; Rieber, 2002). Seu trabalho mais importante intitula-se "L'Automatisme Psychologique", uma tese defendida em 1889 na Sorbonne (Janet, 1889). Esta obra pode ser considerada como a primeira abordagem científica do inconsciente, trazendo os principais elementos sobre os quais se ergueria posteriormente a psiquiatria dinâmica (Faure, 1973).

      É de se notar a relevância que a investigação de diversos tipos de experiências mediúnicas teve nesses esforços iniciais de se entender o inconsciente e a dissociação. O estudo da mediunidade e do espiritismo ocupa quase todo o capítulo destinado ao estudo das "desagregações psicológicas", pois buscou perscrutá-las a partir de sujeitos que as apresentavam em seu mais alto grau (médiuns). Apesar de considerar o espiritismo "uma das mais curiosas superstições de nossa época", afirmou ser este o precursor da psicologia experimental, assim como a astronomia e a química começaram através da astrologia e da alquimia. Janet defendia a importância de se estudar a mediunidade, pois nos permite "observações psicológicas muito interessantes e refinadas que são longe de inúteis para os observadores de nossos dias" (Janet, 1889, p. 357-8; 1914, p. 394-5).

      O mesmo mecanismo psicológico é proposto para a explicação "desde os mais insignificantes atos subconscientes até as mais terríveis possessões" (p. 415-6). Janet (1889) propõe a existência de uma "segunda consciência" que persiste subjacente à corrente normal de pensamentos. Quando a personalidade humana perde sua coesão, uma parcela dela mesma pode desprender-se do conjunto e dar origem a diversos automatismos motores e sensoriais. Ou seja, fenômenos tão diversos quanto as anestesias, catalepsias, sonambulismo, escritas automáticas, alucinações, possessões seriam todas formas de "desagregação psíquica", manifestações de uma corrente secundária de pensamentos, vontades e imagens que se sobrepõe ao campo habitual de consciência. A idéia espírita de uma possessão por uma força exterior é substituída "pela possessão de si mesmo por uma parte de si mesmo: o inconsciente intrapsíquico" (Faure, 1973). Janet negava qualquer origem paranormal para esses fenômenos.

      O médium seria "quase sempre um nevropata, quando não francamente histérico", e a faculdade mediúnica dependeria de um estado mórbido particular que poderia originar a histeria e a alienação. A mediunidade seria um sintoma e não uma causa de psicopatologia (Janet, 1889, p. 382-3). Contudo, em 1909, Janet publicou um caso de "delírio decorrente de práticas espíritas" (Janet, 1909). Para Rieber (2002), a maior limitação do trabalho de Janet seria considerar a dissociação sempre como um processo patológico, não percebendo que ela pode estar envolvida em comportamentos criativos saudáveis.

      Por fim, compartilhamos com Fauce (1973) e com Rieber (2002) a perplexidade e dificuldade de compreender por que um autor tão importante quanto Janet tem sido relegado a tamanho esquecimento.

      Excluir
    4. tripitaka 1.038

      Talvez alguns casos de mediunidade ocorrem por autosugestão.
      Mas,pesquisas científicas nunca são isentas,e sempre refletem as reservas dos que as fazem.
      Mesmo quando os cuidados são primorosos.

      Li um longo artigo do professor Andros a esse respeito,tempos atrás.
      É difícil haver "comprovação real" da verdade ou da falsidade de uma situação religiosa.
      Ela é um fenômeno muito livre para caber em critérios "popperianos".

      Excluir
    5. ... na VERDADE... VERDADE MESMO!!!... Francisco Candido Xavier, em sua imensa obra escrita, mas não só escrita... tira qualquer duvida sobre essa questão da mediunidade e existencia de Espiritos... Basta sermos honestos em nossa analise ao fenómeno que ele foi... Um dia terá o merecido pedestal só ao alcance dos GENUINOS!! servidores de Cristo...

      na Wikipedia

      http://pt.wikipedia.org/wiki/Chico_Xavier

      Documento que mostra claramente como a intenção dos detratores do Espiritismo acabou por funcionar como forma acelerada de divulgar o Espiritismo no imenso território brasileiro...

      http://jefferson.freetzi.com/Materializ-Uberaba2.html

      Excluir
    6. Divulgar mentiras no território brasileiro sempre foi muito fácil, a começar pela primeira missa rezada na chegada dos portugueses. Que é que os portugueses trouxeram para o Brasil? A idolatria romana, ratos, e os cultos africanos.
      Trouxeram tudo que não presta, em contra partida, levaram ouro, esmeraldas, pau Brasil e açucar, mas o açúcar ia na forma bruta, os holandeses é que o refinavam e ganhavam dinheiro às custas dos portugueses.
      E agora? Que é que temos vindo de Portugal? Temos as bobagens dum idiota que enaltece um pederasta passivo impostor já morto, isso tudo provado por uma foto em que só retardados acreditam, e pelas sondas da NASA e da Rússia.
      Esse português só pode ser paneleiro também.

      Amigo visitante, analise essa foto no link aí embaixo. Que mais é preciso acrescentar?
      http://4.bp.blogspot.com/_LN8dYBcOU0Q/SMMkTxGrzYI/AAAAAAAAAC0/dpjJ-VdtqmE/s320/materializacao_FCX.jpg

      Excluir
    7. Dona LG, preste atenção: é tudo muito fácil.
      Alguém quer saber se é mais idoso que os moradores de certa cidade, então, como é que faz? precisa saber a idade de todos eles? Não, basta saber qual a idade do mais velho e comparar com a sua.
      Quais são os médiuns mais proeminentes do Rivailismo-Peruquismo? Florence Cook e o Chico Xaveco, dois impostores. Logo, se os maiorais são impostores, que é que se pode dizer dos restantes?

      Excluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Sim, Chico Xavier era um débil mental que pensava receber mensagens do espírito de sua mãe, e essas mensagens estão no livro Cartas de Uma Morta, onde está descrita a vida nos planetas do sistema solar. Só asneiras e asneiras...tudo desmentido pela ciência.
    Que é que dizem a respeito os idiotas que acreditam ainda nesse doente e farsante? Bem, tinha um imbecil participante de nossas discussões que achava que a NASA ocultava as descobertas em Marte por motivos escusos. Outro achava que tudo era apenas uma questão de densidade e que os marcianos voadores e a colônia Nosso Lar ainda seriam detectados um dia...
    E você, leitor, também tem estrume na cabeça em vez de cérebro? Acredita mesmo nessas idiotices chicoxaverianas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bom... é certo e sabido que tudo o que vem desse 233 jamais pode ser levado em consideração já que sua motivação é baseada em sua extrema loucura anti-Espirita... Nem é preciso ser um especialista em saúde mental para facilmente se verificar que
      é um caso de perturbação profunda em seu (des)equilíbrio psicológico...

      portanto... tratando-se de um pobre coitado precisando de ajuda para melhorar sua índole intelecto-moral, tem de ter alguma condescendência da parte dos visados por seu odio desenfreado...

      coitado mesmo mesmo!!!...

      Excluir
    2. 233 »»» Divulgar mentiras no território brasileiro sempre foi muito fácil, a começar pela primeira missa rezada na chegada dos portugueses. Que é que os portugueses trouxeram para o Brasil? A idolatria romana, ratos, e os cultos africanos(...)
      ---
      acalme seu odio cara... afinal, os portugueses daqueles tempos, tal como os de hoje, apenas fizeram e continuam fazendo o que lhes estava determinado desde antes das criação do Univ certo??...

      (tchiiii... às vezes até parece que seu 233 adormece crendo numa doutrina e acorda descrendo dessa mesma crença com que adormeceu)... :))...,

      Excluir
    3. tripitaka 1.039- para o Adilson,

      Costumo ler "de corrida" os seus textos e aos do sr.Vaivolta,e só agora cognizei uma réplica fácil a vcs,e não sei se já falaram nisso.
      Não sou espírita,mas a questão é óbvia,então irei "dar um pitaco".
      Da literatura produzida por FCXavier,só li dois livros de poesias- portanto tudo o que direi, imaginei hoje a partir do que vcs falam.

      O referido escritor nunca esperou que o mundo que a mãe dele descreveu para o livro que vcs mencionam_ existisse realmente, pois é a paisagem contada por uma pessoa que morreu.
      Como alguma sonda espacial almejaria encontrar num planeta do sistema solar uma cidade onde mora uma "pessoa-fantasma"- se toda a realidade sensível está em nosso "espaço tempo" e não em outro?
      O tal mundo,supostamente é um "mundo de renascimento",e segundo a descrição de vsas, é um plano intermediário entre o céu dos santos,e os três infernos.(a nomenclatura usada, é budista)

      Instrumentos científicos nunca irão visualizar cidades imateriais,e no dia em que isso ocorrer, seremos "outra raça".
      O romance psicografado foi uma fantasia do autor que vivia saudoso de sua mãe e/ou uma realidade exagerada.
      A localização do mesmo local em Marte- pelo autor- é curiosa.
      O "paço" poderia ficar aqui na Terra mesmo, em "dimensões diferentes".
      Não acredito que nós terrenos,ao morrermos, precisamos migrar para outras paragens.

      Contudo, tem esotérico que supõe que no "plano imaginário",o planeta Maldek(aquele que ficava entre Marte e Saturno,antes da Humanidade se desenvolver) ainda existe...e o pior é que pode ser verdade.
      (Maldek se desfez há duzentos e cinquenta milhões de anos atrás)

      Excluir
  14. Uma piada antiga era um louco atrás das grades de um manicômio perguntando a alguém de fora delas: "Há muitos outros presos aí com você?"
    Assim é o idiota lusitano que defende aqueles que sempre o enganaram, acredita neles piamente e diz que eu é que sou o fanático e perturbado mental!
    Ele acredita que um fantasma alemão se materializa mesmo em Jacarepaguá e que a materialização da Josefa Musselina não foi fraude!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. só um perturbado mental, após MILHENTAS EVIDENCIAS da realidade dos factos, se bloqueia em tentativa desesperada para evitar o que é inevitável...

      ... tal qual acontece com o louco anti-Espirita 233...

      http://www.youtube.com/watch?v=vc8MONCDLa4

      Excluir
    2. Miguel, você não passa de um ingênuo, com mentalidade infantil. Evidências de quê? Uma reportagem de uma emissora cheia de rivailistas e macumbeiros, na maioria V-V-eados?
      Um bando de idiotas semianalfabetos que vão ao Frei Luís e que acreditam em santos, assombrações, amuletos, missas, rezas, sinais cabalísticos, mau-olhado e outras idiotices? Você é um retardado igual a eles. Não viu nada, fica aí de longe, a mais de sete mil km lendo mentiras e acredita em todas elas.
      Deixe de ser bobo, Miguel. Mediunidade não existe, porque não existe espírito de morto nenhum.
      Não lhe bastaram as mentiras do Chico Xaveco? Onde estão os marcianos voadores, seu paspalhão?
      Esse Lar Frei Luís é um antro de enganadores, e o psicopata Carlos Verezza é um dos chefes.
      O objetivo da Globo é fazer todos virarem imbecis, V-V-eados, macumbeiros e dominados pelos americanos. O sonho dessa emissora maldita é o Brasil ir à falência total e ser arrendado pelos americanos.

      Excluir
    3. É o cúmulo da ingenuidade achar que um bando de ignorantes e supersticiosos que acreditam em tudo quanto é besteira, tipo assombração, mau-olhado, azar, sinais cabalísticos, santos, espíritos das águas, da floresta etc. servem como evidência de alguma coisa.
      Esse lusitano é um palhaço!

      Excluir