terça-feira, 14 de maio de 2013

Um espírito incomoda muita gente...


... dois Espíritos incomodam muito mais...
Faz muito tempo que falar com espíritos incomoda algumas pessoas. Sabe-se lá quanto tempo. Talvez desde que surgiram os neanderthais, deve ter surgido um neanderthal 233 que encrencou com um neanderthal kardec que gostava de falar com espíritos de neanderthais mortos.



Mas vamos falar de Moisés, que viveu cerca de 1500 anos andes de Cristo. E quem foi Moisés? Moisés foi um legislador hebreu que escreveu cinco livros que fazem parte do Velho Testamento:


  1. GÊNESIS, que trata da criação do Mundo;
  2. ÊXODO, que trata da saída dos hebreus do Egito;
  3. LEVÍTICO, que trata da organização do culto;
  4. NÚMEROS, que dá o recenseamento do povo e
  5. DEUTERONÔMIO, que resume as leis e instruções de Moisés.
Em Deuteronômio Moisés proíbe as comunicações com os espíritos. O mesmo Moisés que colocou uma cobra para falar com Eva.
Moisés não gostava que seu povo ficasse procurando por adivinhações, tentando saber o futuro através da consulta de adivinhadores. Ele queria que seu povo obedecesse somente a um Deus, que era o seu Deus e não ficasse perdendo tempo com futilidades.

"Não vos desvieis do vosso Deus para procurar mágicos; não consulteis os adivinhos, e receai que vos contamineis dirigindo-vos a eles. Eu sou o Senhor vosso Deus." (Levítico, 19:31.)



Saul foi o primeiro rei do antigo reino de Israel.  O velho profeta Samuel morrera e  Saul, o rei de Israel, ia de mal a pior, abandonado por Deus. Os filisteus estavam a concentrar contra ele os seus exércitos.
 As formas normais de revelação divina estavam-lhe fechadas, por causa da sua deliberada desobediência. “Porém o Senhor não lhe respondeu, nem por sonhos, nem por Urim, nem por profetas” (1 Samuel 28.6). A iminência da batalha com os filisteus enchia-o de terror e não sabia para onde se virar. 
Pensou em Samuel e desejou ardentemente uma palavra dele, como dantes. Ele sabia que os que tinham relações com os espíritos  possuíam a fama de serem capazes de invocar os mortos. Embora Saul, no início do seu reinado, tivesse suprimido, sob pena de morte, todos os médiuns, feiticeiros, seguidores de magia negra, agora no seu desespero e na sua superstição, procura uma mulher que praticava ilegalmente a feitiçaria na cidade de Endor.

Saul disfarçou-se e foi ter com a mulher. Ela lembrou-lhe que Saul proibira semelhantes práticas, sob pena de morte. Porém, depois de receber uma promessa solene que não receberia nenhum castigo, perguntou: “A quem te farei subir? E disse ele: Faze-me subir a Samuel”. Saul pediu que fizesse subir a Samuel. ( 1 Samuel 28: 7,15,16 e 19). E através da mulher o espírito de Samuel falou que ele iria morrer.

Será que foi realmente Samuel a falar através da mulher?

Deve ser. Porque também foi dito que o Diabo é pai da mentira, e o que a mulher falou tornou-se realidade. Não era mentira, portanto não era o Diabo.

A Bíblia não condena os espíritos que falam através dos profetas quando é a vontade do Senhor.


Jesus deixou bem claro que “é o espírito que vivifica, a carne para pouco aproveita” (João 6: 63)
 Logo, o espírito que volta para Deus é a verdadeira individualidade  e não um fôlego vital  desorientado. Jesus também informa que não devemos temer quem mata o corpo e não pode matar a alma (Mat.10: 28). Apenas Deus teria esse poder, se quisesse.

 Jesus também  usou a parábola do rico e do Lázaro bem vivos depois da morte. Ele não teria escolhido essa parábola se acreditasse que a morte é o fim de tudo...




SA

Tema musical:
http://www.youtube.com/watch?v=WrkHE_KoB34

55 comentários:

  1. Excelente texto. As regras foram feitas para serem quebradas. Eu lembro quando Moisés desceu da Monte Horeb com a tábua do Administrador do Terra e do Céu que dizia

    1o. Mandamento Usarás o seu nome do Google
    2o. Mandamento Usarás de boa educação
    3o. Mandamento Toda ofensa será punida
    4o. Mandamento Não fugirás do tema da Religião

    e quando Moisés viu a maior balada em torno de um bezerro de ouro, ele decidiu arrebentar as primeiras regras, pois viu que o seu povo era pior que o Faraó do Egito. Pelo menos o Faraó levava Deus a sério.

    ResponderExcluir
  2. Eclesiastes 9:5

    A figura do demônio existe no culto católico, mas os padres comentam bem pouco sobre ele. Tudo o que aprendi com o padre José é que o demônio é muito esperto. Ele pode, por exemplo, usar a boca de mediúnico e descrever detalhes bem específicos de um parente e assim despertar a esperança de que existe a vida após a morte e que o suposto paraíso de paz e harmonia já existe.

    Paulo alerta que os mortos nada sabem, logo todas essas mensagens que vem do além não passam do engodo de Satanás. Ou seja, todo esse sofrimento que vivemos no dia a dia, o de acreditar que vamos ressuscitar ou reencarnar, nada mais é que pura sacanagem de Satanás. Foi Satanás que mandou o professor Rivail escrever a Doutrina Espírita e, quem sabe, foi Satanás que mandou Paulo escrever Eclesiastes 9:5 - pois não há como Paulo saber que os mortos nada sabem, ou seja, não há também nenhum meio para se acreditar que a Bíblia mostra o caminho da salvação.

    Desde o fatídico dia em que Eva e Adão desobedeceram Deus, vivemos com essa maldição de que não sabemos o que há do outro lado dessa vida, quando muito desse lado dessa vida. Eu sou simpatizante do catolicismo que venera o ocultismo tanto quanto a Doutrina Espírita, onde acreditamos que os mortos consertam computadores.

    Pensando como o Adilson, a verdade é que o Demônio é que conserta computadores, e assim o Demônio consegue fazer com que idolatremos mais os computadores do que Jesus, e assim mandamos às favas a lei que deveríamos amar o semelhante como se fosse a nós mesmos, entregamos toda a nossa vida com preocupações de pouco valor como o que comer, com quem casar e conferir o nosso horoscopo, nenhum de nós somos capazes de fiscalizar os governadores para ver se eles estão investindo produtivamente o dinheiro que eles arrancam de nós e de nossos semelhantes. Já faz mais de quinhentos anos que vivemos essa rotina de país emergente, de um lado temos o Adilson que afirma que o Vai Volta é a encarnação do Demônio, do outro lado do mar temos o Sr Vai Volta que afirma que quem está possuído é o Adilson, e nós estamos justamente no meio, perdendo um enorme tempo para escolher de que lado ficar.

    O melhor certamente é ficar do lado de Deus. Mas como fazer isso, se o Demônio está em todos os lugares, esmagando a todo momento a pequena mostarda da nossa esperança? Não saber nada enquanto se está morto é ruim, não saber menos ainda quando se está vivo é pior ainda. Daí a minha simpatia pelo catolicismo que busca nas nossas preces um atalho para superar as nossas deficiências. Agora eu pergunto: que culpa nós temos, se só o Demônio é que ouve as nossas preces?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. encrenca 1.334

      Quase postei uma cena do antigo filme "A História do Mundo" para ilustrar,mas não ia combinar com o assunto.
      Pus o filme inteiro no Favoritos e irei assistir em alguma hora.
      Há um ano fiz uma pesquisa sobre a música grega nova e antiga.
      Vi clipes com atrizes interpretando as falas da Safo de Lesbos.(um deles me chamou a atenção,pois a moça parecia eu quando tento orar...)
      A metilena não cantava tanto, mas declamava versos ao som de músicas.
      Assim como também costumo ficar à vontade para falar bastante quando ouço alguma canção (de preferência instrumental) em tom baixo tocando no rádio ou na web.
      As eruditas compostas(ou apenas tocadas) por ela eram de dar medo.(hahaha!)
      Ela fazia algo parecido hodiernamente com trilhas sonoras para cenas luxuosas de filmes bíblicos, tipo aquelas palacianas do Moisés ainda jovem,por ex.
      A preferência musical é uma das poucas inclinações inteiramente formadas na vida em que estamos- devido ao contexto social, dificilmente herdamos de nós apegos antigos nessa parte.
      Consumada a pesquisa, como fiquei feliz em voltar a ouvir a bossa nova, o chorinho...em curtir a dor de cotovelo de Paulo Vansolini,falecido há pouco tempo,e em dançar ao som do Eletric Light Orchestra.

      Reescrevi décadas atrás aquelas poesias(da poetinha) com outras palavras e personagens.
      Mas fiz isso ao som da black music internacional,ao passo que as inspirações dela foram as canções que eram tocadas nos templos dos faraós, nos partenons da pátria em que ela viveu,e nas tendinhas judaicas...
      ...sons trágicos que prenunciavam o declínio de deuses cujos nomes inutilmente,a heroizinha tentou salvar.
      Os santos dos novos tempos estavam a caminho,e eles não gostavam muito da "liberdade espiritual individual",conforme bem apresentado na prosa de vcs.
      As grandes inspirações deixariam de ser de "alma para alma" e passariam a ser de "gurus para grupos".

      §§§§§
      (texto transferido de lugar,nessa página mesmo)

      Bom dia, sr.Hosaka!

      Excluir
    2. Escreveu o sr. Hosaka:

      Eclesiastes 9:5

      A figura do demônio existe no culto católico, mas os padres comentam bem pouco sobre ele. Tudo o que aprendi com o padre José é que o demônio é muito esperto. Ele pode, por exemplo, usar a boca de mediúnico e descrever detalhes bem específicos de um parente e assim despertar a esperança de que existe a vida após a morte e que o suposto paraíso de paz e harmonia já existe.

      Paulo alerta que os mortos nada sabem, logo todas essas mensagens que vem do além não passam do engodo de Satanás. Ou seja, todo esse sofrimento que vivemos no dia a dia, o de acreditar que vamos ressuscitar ou reencarnar, nada mais é que pura sacanagem de Satanás. Foi Satanás que mandou o professor Rivail escrever a Doutrina Espírita e, quem sabe, foi Satanás que mandou Paulo escrever Eclesiastes 9:5 - pois não há como Paulo saber que os mortos nada sabem, ou seja, não há também nenhum meio para se acreditar que a Bíblia mostra o caminho da salvação.

      Antes, escrevera a dra. Selma:

      Saul disfarçou-se e foi ter com a mulher. Ela lembrou-lhe que Saul proibira semelhantes práticas, sob pena de morte. Porém, depois de receber uma promessa solene que não receberia nenhum castigo, perguntou: “A quem te farei subir? E disse ele: Faze-me subir a Samuel”. Saul pediu que fizesse subir a Samuel. ( 1 Samuel 28: 7,15,16 e 19). E através da mulher o espírito de Samuel falou que ele iria morrer.

      Será que foi realmente Samuel a falar através da mulher?

      Deve ser. Porque também foi dito que o Diabo é pai da mentira, e o que a mulher falou tornou-se realidade. Não era mentira, portanto não era o Diabo.

      A Bíblia não condena os espíritos que falam através dos profetas quando é a vontade do Senhor.


      Jesus deixou bem claro que “é o espírito que vivifica, a carne para pouco aproveita” (João 6: 63)
      Logo, o espírito que volta para Deus é a verdadeira individualidade e não um fôlego vital desorientado. Jesus também informa que não devemos temer quem mata o corpo e não pode matar a alma (Mat.10: 28). Apenas Deus teria esse poder, se quisesse.

      Jesus também usou a parábola do rico e do Lázaro bem vivos depois da morte. Ele não teria escolhido essa parábola se acreditasse que a morte é o fim de tudo...

      Vou analisar e responder aos dois, porque as abobrinhas da srta. LG não merecem atençâo, ela só está aqui porque deixa a roupa por lavar e a comida por fazer. Deve usar a mesma roupa uma semana e só come pizza.

      Mas a interpretação e aceitação ipsis litteris que a Selma fez da parábola do rico não é só dela, os teólogos têm feito a mesma coisa através dos séculos, para minha surpresa.
      Até mais tarde, já com o adiantamento de minha opinião, que vou mostrar na Bíblia: espíritos não existem.

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    5. entropia 167

      Olha aqui Adilson,a única "dona de casa verdadeira" que eu conheço nessa página é sua ilustre pessoa.
      Vc lava,passa,cozinha,e sua esposa é quem aguenta o tranco financeiro.
      Meus assuntos vão continuar na mesma "toada",vou logo avisando.
      Não é só você quem pode escrever seus longos e (chatos) relatórios(li todos).
      Humpf.
      Eu uso as madrugadas para escrever.(e até fico cansada por causa disso)
      Na minha rotina,eu trabalho e pago minhas contas,não sou rica que nem você é, e não ganhei na loteria.

      Se for menos malcriado, terei uma surpresa nas próximas postagens.
      Por ora,vc não está merecendo.
      Veja que o tempo está passando.
      Minha data prevista para sair do blog,é julho.
      Pretendo passar um ano longe de salas de debate para atualizar minhas leituras,e inclusive,as leituras budistas.

      (mensagem reeditada,devido aos erros de digitação.
      Estou com um probleminha de vista,e por isso,preciso editar sempre todo texto que escrevo.)

      Excluir
  3. Uau!
    Uau mesmo!
    Parece que o Hosaka e eu conseguimos dar um nó no cérebro do 233... Sim, pois caso contrário ele teria respondido rapidamente e não teria dito que voltaria mais tarde para responder, após analisar e estudar o texto...

    SA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabia que iam pensar isso. Ora,nada disso é novo, esse assunto eu discuto desde do fórum de Espiritismo da AOL, há 13 anos, e já dei respostas concernentes. Estou apenas ocupado (estou malhando) e, além disso, quero responder sem a pressa costumeira, porque os dois realmente colocaram ideias inteligentes, ao contrário da mesmice incompetente do lusitano.
      Quem argumenta com inteligência merece resposta cuidadosa. E quero saborear a vitória com vagar...

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. 233 (...) Estou apenas ocupado (estou malhando) e, além disso, quero responder sem a pressa costumeira, porque os dois realmente colocaram ideias inteligentes, ao contrário da mesmice incompetente do lusitano.
      ---
      ora... ora... é facílimo (qualquer criança consegue) verificar quanto o perturbado 233 vive recalcado em sua incapacidade para impor por aqui seu anti-Espiritismo alucinado... E tenho certeza absoluta que contribuo decisivamente para esse bem notório e flagrante estado de frustração!!...

      (se assim não fosse por que o infeliz 233 desejaria tanto que meu pescoço devia ser cortado, hein??)... :))...

      Excluir
    4. O nosso caro Hosaka, como sempre, começou bem, e terminou mal.

      A teoria de que os espíritos que se manifestam nos médiuns não são almas dos mortos, mas demônios enganadores, é defendida pelas igrejas cristãs, porque não creem que os mortos podem ser acessados e, além disso, a doutrina da reencarnação é anticristã, logo, tais espíritos só podem ser espíritos demoníacos a serviço de Satanás.
      Qual a falha desse ponto de vista? O erro é julgar que as manifestações de supostos espíritos são verdadeiras, o que não é verdade.
      Lembremo-nos do teste proposto pelo Fraterno no fórum rivailista: um espírito se manifesta e pede-se a ele que diga o que se encontra sobre a mesa da sala ao lado. Ele responde que não pode fazer isso, porque não tem permissão.
      E o livro de Ernesto Bozzano intitulado Cinco Excepcionais Casos de Identificação de Espíritos? Por que Bozzano, em trinta anos de pesquisas com sessenta médiuns, não conseguiu uma identificação sequer, e teve de apelar para casos que leu, ou que lhe contaram?

      Raciocinemos. Se fosse um demônio manifestado no médium para enganar, era só atender ao pedido e dizer o que havia na mesa da sala ao lado ou em qualquer outra mesa.

      Se nos médiuns de Bozzano se manifestassem demônios, eles dariam facilmente provas de ser algum espírito desencarnado, pois teriam conhecimento da vida de muitos a quem houvessem obsidiado.

      Conclusão: no Rivailismo não acontece manifestação nem de mortos, nem de demônios. Quando não é ilusão criada no subconsciente, é farsa.

      E o Eclesiastes? Primeiro, o autor não foi Paulo, foi Salomão. Salomão não disse nada de novo, porque a Bíblia afirma que mortos não existem mais, portanto, não podem saber de coisa nenhuma.
      "Tu és PÓ, e ao pó tornarás."
      "Sai-lhes o alento, e tormam ao seu pó; e nesse mesmo dia perecem todos os seus desígnios."


      Deus disse a Adão que, se comessem do fruto da árvore proibida, morreriam.
      Satanás disse que era mentira, que eles não morreriam.

      Portanto, a doutrina da vida após a morte do corpo, de alma imortal, é de Satanás, não é de Deus. O católico que acredita em almas no céu, em santos e santas, está crendo em Satanás e duvidando da palavra de Deus.
      Simples assim.

      Excluir
    5. Muitos católicos "não praticantes", por ignorância, admiram Chico Xaveco e até acreditam que ele recebia mensagens de mortos. Todavia, segundo a própria doutrina católica, os espíritos do Rivailismo são demônios enganadores e, portanto, Chico Xaveco era um endemoniado que fazia o trabalho de Satanás: ensinar doutrinas anticristãs e afastar o povo da fé na salvação através de Jesus Cristo.
      Para a igreja católica, Chico Xaveco está agora no Inferno, junto de seu mestre, de onde jamais sairá.

      Excluir
    6. Aliás, embora me acusem de ficar criando polêmicas e animosidade entre os participantes do Blog, devo dizer que, para um católico que segue realmente o que sua igreja ensina, no inferno Chico Xaveco está na companhia de Hitler, Judas Iscariotes e do Bundhão gordo.

      Excluir
    7. tripitaka 1.046

      O sr.Buda precisa mesmo ir ao inferno de vez em quando mesmo.
      Para catar os sofredores,e tentar tirá-los do seu estado de "profunda ilusão",embora se costume dizer que "de ilusão também se vive".



      Excluir
    8. tripitaka 1.047

      Gostaria de "não dar na vista",mas como terei tão pouco tempo em nossa sala,posso ser um pouco mais desembaraçada.
      O que vêm a ser "a salvação da alma"?
      Não existe "salvação da alma" sem a "salvação da conduta imediata".
      Ao menos até recentemente todos os praticantes conhecidos do Budismo _ou descendentes de praticantes_ eram elementos conhecidos por seu "equilíbrio e valentia".
      Equilíbrio sem conformismo.
      Valentia para "pegar numa vassoura",não para "dar no nariz" dos outros.(kk...)
      Por isso grande parte desses personagens são prósperos.
      Se um "deusinho" não pode influenciar bem aos seus seguidores aqui nesse mundo,então para que servem suas instruções?
      Felizmente existem muitos cristãos que "tentam bastante cumprir os deveres",embora a maioria dos infortunados também costume se autoentitular "cristã".

      Desculpem a brincadeira mas se um dia o Adilson não chegar aqui no blog,deve ter sido porque ele foi em algum endereço,e ao tentar voltar,sua vassoura não saiu da garagem.
      (estou chamando ele de "bruxa"...keké...)

      Excluir
  4. Tem gente aguardando o lusitano dizer o que deve ser feito dos outros 411 livros do Chico Xaveco, visto que já é consenso que essa esquizofrenografia tem as maiores asneiras já publicadas.
    Também permanece sem explicação o fato do lusitano dizer que acredita na NASA, mas também confia na mediunidade do impostor emperucado. Ora, o impostor descreveu o planeta Marte com mares, florestas, cidades, marcianos voadores...temperatura amena (média de 60°C abaixo de zero). Mas a NASA nos mostrou que naquele planeta só há poeira e pedregulhos!

    Meu amigo leitor, e você? Acha que o fiasco, a impostura, a demência do Chico foi somente naquele livro? Vai confiar nas outras esquizofrenografias?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 233 »»» Tem gente aguardando o lusitano dizer o que deve ser feito dos outros 411 livros do Chico Xaveco, visto que já é consenso que essa esquizofrenografia tem as maiores asneiras já publicadas.
      ---
      epá... esse 233 tem memoria curta (ou, mais provavelmente, finge que tem)... não lembra que ainda há bem pouco tempo eu disse que o 233 não devia ter qualquer receio antes devia recomendar ao pessoal que lessem a IMENSA OBRA!!! do grande e impoluto médium FCXavier, para assim serem eles proprios a aquilatar da "maldade" que esses tais 411 livros encerram...

      Isto sim, é o modo mais correto de expor e "desmascarar" o trabalho daquele médium já que o 233, sendo um individuo profundamente perturbado pelo seu anti-Espiritismo alienado, não é a pessoa mais indicada para tirar conclusões minimamente corretas sobre a questão...

      Portanto... continua pertinente a pergunta que fiz muito recentemente: de que tem receio o 233 afinal??... ;)...

      Excluir
    2. 233 »»» (...) Lembremo-nos do teste proposto pelo Fraterno no fórum rivailista: um espírito se manifesta e pede-se a ele que diga o que se encontra sobre a mesa da sala ao lado.(...)
      ---
      Pois é Hosaka... há o caso relatado na Biblia de perante um pedido desse género à Jesus, Ele tem uma resposta que, como não podia deixar de ser, reporto de extraordinária já que reflete na perfeição o "nó mental" que muita gente impõe a si próprios mesmo depois de os sinais estarem em flagrante exposição...

      Veja-se...

      Mateus, 16-4. Hipócritas! Sabeis distinguir o aspecto do céu e não podeis discernir os sinais dos tempos? Essa raça perversa e adúltera pede um milagre! Mas não lhe será dado outro sinal senão o de Jonas! Depois, deixando-os, partiu
      --

      Portanto... segundo Jesus, o pessoal do contra, só não distinguia os "sinais", não por que eles não existissem, mas sim porque NÃO QUERIAM(!!) ser capazes de os aceitar...

      Ora, assim é com o Espiritismo... Por exemplo, o maior SINAL VIVO foi FCXavier, mas o pessoal do tipo 233, não quer enxergar o que REALMENTE!!! ali foi/É!!! mostrado/DEMONSTRADO de forma bem vasta e inequivoca... :)...



      Excluir
  5. Respondendo ao texto da dra. Selma.

    Será que foi realmente Samuel a falar através da mulher?

    Se Samuel, quando estava vivo, não quis falar com Saul, por que iria falar com ele depois de morto, atendendo a um chamado de uma feiticeira, cuja prática era condenada por Deus? Como poderia um profeta agir contra os mandamentos da lei?


    Deve ser. Porque também foi dito que o Diabo é pai da mentira, e o que a mulher falou tornou-se realidade. Não era mentira, portanto não era o Diabo.

    Só porque a impostora falou que Saul ia morrer não significa que houve mensagem do Além. Para Saul recorrer a uma prática que ele mesmo perseguira, somente numa situação crítica, e a médium impostora devia saber reconhecer essas situações com facilidade, do que qualquer vidente, por experiência, é capaz.



    A Bíblia não condena os espíritos que falam através dos profetas quando é a vontade do Senhor.

    Nenhum espírito fala através de profeta nenhum. Na Bíblia, só o caso de Saul é relatado, mas foi obra de uma feiticeira, não foi nenhum profeta. Quem falava através dos profetas é o Espírito Santo, isto é, Deus. As mensagens dos profetas eram sempre "assim fala o Senhor". Não existe morto voltando e dizendo nada através de profeta nenhum.


    Jesus deixou bem claro que “é o espírito que vivifica, a carne para pouco aproveita” (João 6: 63)
    Jesus não estava falando de corpo e de espírito (alma). Ele dissera logo antes que quem não comesse de sua carne e não bebesse de seu sangue não teria vida em si mesmo. Isso dizia respeito às suas palavras. O Espírito é que vivifica, (a Palavra de Deus é que dá a vida), a carne (o material, o mundano) de nada aproveita. "O que eu vos tenho dito são espírito e vida". Portanto, Jesus se referia à sua doutrina.


    Logo, o espírito que volta para Deus é a verdadeira individualidade e não um fôlego vital desorientado.
    Que é que significa "voltar para Deus"? Essa expressão, "o espírito voltar para Deus, que o deu" se refere à narrativa da criação do homem, quando Deus soprou nas narinas de Adão e o fez alma vivente. Esse "espírito" é o fôlego de vida, não é uma entidade autônoma que sai do corpo morto a passear.



    Jesus também informa que não devemos temer quem mata o corpo e não pode matar a alma (Mat.10: 28). Apenas Deus teria esse poder, se quisesse.

    Jesus disse que o corpo poderia morrer, mas à alma (a vida) só Deus tem poder de dar fim. A promessa de Jesus é a RESSURREIÇÂO, quando a vida será devolvida, por isso ninguém devia temer a morte, se estivesse nas mãos daquele que tem o poder de ressuscitar ( eu sou a ressureição e a vida, quem crer em mim, ainda que morra, viverá.)


    Jesus também usou a parábola do rico e do Lázaro bem vivos depois da morte. Ele não teria escolhido essa parábola se acreditasse que a morte é o fim de tudo...

    A morte não é o fim, Jesus disse que aqueles que nele cressem seriam ressuscitados no último dia. A parábola citada não pretende descrever a vida após a morte, mas combater a ideia de que os sofredores são pecadores e os ricos são justos. E o rico teve seus pedidos negados, o que indica que tudo fica determinado em vida, depois da morte não há como consertar nada, e nem podem os vivos receber recados do Além. Logo, muito longe de ensinar vida após a morte e existência consciente, a parábola manda obedecer a palavra de Deus EM VIDA, porque após a morte não tem mais jeito.
    Se formos aceitar as personagens da parábola como reais, então teremos de aceitar como reais também o semeador, as dez virgens, o filho pródigo, a casa construída sobre a areia etc.
    Parábola é parábola, seu ensino central é que importa, e tem de estar concorde com o restante das Escrituras. Se está escrito que somos pó, e somente pó, então não adianta ficar querendo entender mais do que está escrito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bam, dona SA, já respondi. Fico aguardando a réplica da senhora e do sr. Hosaka.

      Excluir
    2. Saul e a médium de Endor, típica sessão rivailista, fraude ou manifestação de um demônio?

      Quem é o fantasma de médico nazista do Lar Frei Luís? Um espírito de nazista materializado, um demônio, ou um farsante fantasiado? Qual a explicação mais provável?

      A sessão de enganação preparada por uma médium (=farsante):

      Vemos o Rei Saul inquieto e em grande temor diante do exército dos filisteus, que marchava contra Israel. Ele busca orientação de Deus quanto a estratégia de guerra a usar, mas o Senhor nada responde.
      Saul, desesperado, busca então uma médium em Endor, para saber o que fazer. A Bíblia narra que Saul pediu para a mulher evocar Samuel, que já havia morrido.
      Aparecendo, poderia ter-se a falsa impressão que foi Samuel quem se comunicou com Saul. Porém, observe alguns detalhes nesta passagem:
      Saul não viu nada. A necromante primeiro "viu" um "deus" e depois "viu" um ancião. E Saul deduziu, concluiu, teve uma interpretação subjetiva de que era Samuel.
      O "espírito" que simulou ser o espírito de Samuel cometeu uma série de erros em suas previsões:
      Disse que no dia seguinte Saul estaria morto. Saul não morreu no dia seguinte à consulta da necromante, mas vários dias depois (só nas passagens de 1Sm 30,13.17 e 31,1-6, temos 5 dias);
      Disse que Saul seria entregue nas mãos dos filisteus. Só que Saul se suicidou e foi cremado pelo seu povo. Os filisteus não prenderam, amarraram, mataram, nem enterraram Saul;
      Disse também que os filhos de Saul seriam mortos e também aí mentiu. Em 2Sm 2,10 vemos o seu filho Isbosete vivo. Em 2Sm 21,8 vemos mais dois de seus filhos vivos: Armoni e Mifiboset.
      Será que este "espírito de Samuel" mentia? Teria o profeta se pervertido após a morte?

      A Bíblia diz, em 1Cr 10,13-14, que Saul morreu "porque consultara uma necromante e não o Senhor". Ora, se Deus permitisse que Samuel se comunicasse com Saul, por que teria ele feito isso com Saul? Ou Deus foi incoerente ou quem se comunicou com Saul não foi Samuel e sim um espírito maligno. Este texto é claro em colocar a situação de escolha: ou você consulta a necromante ou consulta o Senhor.
      "Não vos dirijais aos espíritas nem aos adivinhos: não os consulteis, para que não sejais contaminados por eles" (Lv 19,31).
      O contato com os espíritos malignos pode gerar sérios problemas físicos e espirituais: resistência às coisas de Deus; incredulidade; pensamentos, sonhos e desejos de morte, dificuldade de crescimento; doenças sem explicações médicas; desequilíbrios emocionais e psíquicos; perturbações mentais e nervosas; resistência e aversão à fé cristã e às coisas sagradas; morte física, espiritual e eterna.

      Excluir
  6. "Se Samuel, quando estava vivo, não quis falar com Saul, por que iria falar com ele depois de morto, atendendo a um chamado de uma feiticeira, cuja prática era condenada por Deus? Como poderia um profeta agir contra os mandamentos da lei?"
    Deus não condenou a prática de falar com espíritos, quem condenou foi Moisés que queria abolir os costumes dos egípcios.

    Quando a mulher descreve o homem que ela vê, Saul entende que é Samuel (vv.12-14).

    Em nenhum momento nos versículos há indício de que aquilo que é relatado seja fruto apenas da imaginação de Saul ou que a mulher o enganou. Não há palavras como “entendeu” ou “imaginou” descrevendo o que aconteceu.
    No v. 15, quando a passagem relata as primeiras palavras do ser que apareceu, o versículo não diz “Aquele que Saul pensou ser Samuel disse...” ou “Aquele que Saul entendeu ser Samuel falou ...”.

    A passagem diz “Samuel disse a Saul...”. Estas palavras são as mesmas nas traduções de Almeida Atualizada e Corrigida e na Bíblia de Jerusalém.
    As principais traduções em português dão a entender que aquilo que é relatado se baseia em fatos verídicos. Portanto não há evidências no texto que apoiam a interpretação de que Saul se confundiu ou que a necromante o enganou.

    No v.12 vemos o primeiro indício de que aquele que apareceu foi de fato Samuel.

    v.12 -> “Vendo a mulher a Samuel, gritou em alta voz...”

    Lendo a passagem em português fica evidente que a mulher viu o próprio Samuel. A passagem não diz “A mulher disse que era Samuel” nem “A mulher fez de conta que era Samuel”, mas “Vendo a mulher a Samuel...”.
    O texto da própria Bíblia dá a entender que o que a mulher VIU foi Samuel. Isso fica claro no português da Almeida Revista e Atualizada.

    Alguns alegam que aquilo que apareceu foi um espírito maligno ou enganador. Mas, nas Sagradas Escrituras, quando um profeta falso ou espírito maligno ou enganador está atuando, é revelado eventualmente quem aquele espírito representava (Juizes 9:23; 1 Reis 13:18; 22:22-23; 2 Crôn. 18:21-22).
    No caso do evento relatado em 1 Samuel 28 a Bíblia nunca chama aquele que apareceu de um “espírito enganador” ou um “demônio mentiroso”. De fato, a Bíblia sempre chama aquele que apareceu de Samuel.


    Realmente, Samuel não falava mais com Saul quando vivo. Talvez tenha sido justo ou lógico Deus permitir Samuel voltar para falar com Saul. Mas, no final, temos que decidir se vamos basear nossas conclusões no nosso raciocínio e lógica, ou naquilo que a própria Bíblia diz. Neste caso, a Bíblia diz que quem apareceu e quem falou foi Samuel. Não é?

    SA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostaria que todos aqui tivessem lido a narrativa do famoso César Lombroso ao assistir a uma sessão de materialização, em que uma figura envolta em véus aparece no escuro e diz a Lombroso; "César, meu filho."
      Lombroso disse que chorou de emoção, embora estranhasse que a aparição tivesse falado com ele num dialeto que a mãe dele não falava.
      Precisa dizer mais alguma coisa? Quem quer ser enganado, é enganado facilmente.

      Quanto a Saul, está escrito que a médium é que viu o fantasma, Saul não viu nada, e ela o descreveu, e Saul ENTENDEU que era Samuel.
      Não era demônio, nem era Samuel, foi uma fraude, como em toda sessão de evocação de mortos. A médium era uma profissional da enganação, como hoje em dia, por exemplo, temos no Lar Frei Luís. O lusitano está a sete mil km de distância , mas acredita piamente naquela farsa. Saul estava desesperado e pronto a acreditar em qualquer coisa, e a narrativa é feita do ponto de vista dele.

      Excluir
    2. ADILSON, ADILSON ADILSON!!!!!!!!!
      “Vendo, pois, a mulher a Samuel, gritou em alta voz, e falou a Saul, dizendo: Por que
      me enganaste? Pois tu mesmo és Saul.”

      Ora, se na Bíblia está dito que a mulher viu a
      Samuel, como se pode dizer que foi outro espírito que apareceu ou que houve fraude?! Você não diz sempre que a Bíblia é a palavra de Deus? Ou só é a palavra de Deus quando é conveniente?

      Quem é que a Bíblia diz que a mulher viu? Quem é que a Bíblia diz que falou com Saul? A Bíblia diz que Saul foi tomado por grande medo por causa das palavras de quem? A resposta a todas estas perguntas, segundo a própria Bíblia é Samuel.

      De acordo com a própria Bíblia a mulher viu Samuel. Segundo a Bíblia, Samuel falou com Saul e foram as palavras de Samuel que Saul ouviu e temeu. Se a Bíblia chama este ser de Samuel, quem tem autoridade superior para negar esta afirmação?

      SA

      Excluir
  7. Vocês não acham que seria pertinente o lusitano dizer quais livros do impostor Chico Xaveco ele já leu, fazer uma rápida sinopse e também explicar o que de útil à doutrina de Rivail e à Bíblia foi acrescentado pelos textos insuportavelmente piegas do Emperucado?

    Não precisa ser só da parte do lusitano não, pode ser qualquer um admirador do porta-voz do Além.

    Eu acho que o que tem nesses livros não serve para nada, mas se alguém discorda, que mostre o porquê.

    Na minha opinião, esse portuga leu uns dois ou três livros, dos quais não entendeu nem aproveitou nada , e fica enaltecendo aquele amontoado de asneiras contido nos 412.

    ResponderExcluir
  8. "E não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno tanto a alma como o corpo" (Mt 10.28).
    Os discípulos de Jesus sabiam que a morte não era o fim de tudo. Herodes poderia degolar João Batista, mas jamais poderia extinguir a sua alma. Jesus não deixa dúvida quanto à imortalidade e sobrevivência da alma. Por isso, na parábola, disse que "Lázaro morreu e foi levado pelos anjos para o seio de Abraão". O rico, que vivia no meio da grana poderia até ter “tirado” a vida do mendigo, mas a alma deste não seria atingida.

    O apóstolo Paulo afirma que "para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho...mas de ambos os lados estou em aperto, tendo desejo de partir e estar com Cristo, porque isto é ainda muito melhor" (Fp 1.21-23).
    Paulo estava realmente consciente de que iria apodrecer no túmulo e nada dele sobraria até a ressurreição? Neste caso não haveria qualquer lucro imediato. Melhor seria continuar vivo e pregando o Evangelho. Mas ele tinha a promessa de Jesus: a sua alma não morrerá.
    "Partir e estar com Cristo" transmite uma idéia de trânsito sem interrupção. Ou seja, morrer, o corpo irá para a sepultura e a alma para Deus.


    SA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ... evidentemente que não li todos os livros psicografados pelo extraordinário médium FCXavier... Li alguns e, verificando o sentido que, invariavelmente, era apontado naquela literatura fiquei plenamente satisfeito com o que observei...

      depois...

      ... tomei também conhecimento de outras intervenções, tanto escritas como simplesmente anunciadas, que confirmam o Espirito de grande condição evolutiva que ele É!!...

      e ainda...

      ... também tenho procurado saber por outros testemunhos (se possível fora do Espiritismo) que registem casos que podem ser
      analisados por cada um de nós de forma a tirar conclusões...

      e...

      ... chego exatamente à conclusão de que TODO O SEU IMENSO REGISTO... jamais poderia ser conseguido se fosse simplesmente
      de cariz humano e não com ajuda Espiritual...

      ... é que o volume e diversidade da OBRA é de tão gigantesca grandeza que nem mesmo o maior genio da farsa de todos os tempos, conseguiria montar e elevar ao ponto que ele elevou durante tanto tempo...

      Portanto... é realmente caricato assistir ao ridículo de tentativas do tipo 233, tentarem beliscar um trabalho que está muitiiiiiiiisssssiiiiimooo para alem de suas possibilidades
      minar... IMPOSSIVEL MESMO, MESMO, MESMO!!!... :)...


      Excluir
    2. A prezada amiga transcreveu sem titubear a palavra inferno, não achou nada de estranho? Acredita em inferno?
      O pobre foi para o "seio de Abraão" (céu), e o rico foi para o inferno, destinos definitivos, portanto, sem trilhões de vidas futuras até a felicidade final. Não é a negação da doutrina de Rivail?

      E tem mais: Qual foi a resposta de Abraão ao rico?
      "Filho, lembra-te de que recebeste os teus bens em vida, e Lázaro igualmente, os males; agora, porém, aqui, ele está consolado; tu, em tormentos."
      Pense bem, amiga, isso não é nem doutrina bíblica, nem rivailista. Desde quando se tem obrigatoriamente a inversão? Quem é feliz na terra, é infeliz no Além, e vice-versa?
      Ora, claro está que essa parábola foi truncada por algum copista incompetente. Essa inversão de estado após a morte não existe em parte alguma da Bíblia.
      E Abraão chamou o rico de filho, ora, os "filhos de Abraão", na linguagem bíblica, eram os judeus que se consideravam salvos por serem descendentes de Abraão. Por isso João Batista disse aos fariseus e saduceus no Jordão: "Não comeceis a dizer entre vós mesmos "temos por pai a Abraão"; porque Deus pode fazer dessas pedras filhos de Abraão." O rico, sendo filho de Abraão, não devia estar no inferno. O rico podia chamar a Abraão de pai, como uma reclamação por estar no inferno, mas Abraão não deveria chamá-lo de filho.

      Quanto ao que disse Paulo, eu já expliquei que morto não existe e não pode sentir o decorrer do tempo. Para quem morre, a ressurreição se dá instantaneamente, como quem desperta duma anestesia geral e não sentiu o tempo passar.

      Excluir
    3. A imensa obra de Chico Xaveco só serviu para desmoralizar o Rivailismo, porque os marcianos voadores e a materialização da Josefa Musselina só não incomodam os retardados mentais.

      Excluir
    4. tripitaka 1.048

      De tudo o que eu li nessa página,o mais espantoso foi o vaticínio da vidente a quem o Saul consultou.
      Dizer que alguém vai morrer!
      Será que ela vinha de uma família de imortais,ou era uma duende estacionada no deserto?

      Irei arriscar umas previsões para 2.014,

      _vai haver um terremoto.
      _as enchentes inundarão parte da cidade,no verão.
      _uma pessoa que passou dos cem anos irá morrer.
      _uma artista vai casar.
      _um político irá roubar o erário público de algum país,mas outro irá construir uma ponte.
      _o Adilson e o Vaivolta irão continuar a prosa.

      Vejam que grande mistagoga eu sou,posso ganhar uma grana com isso...(kkk...)

      Quem saiu no prejuízo foi o pobre do Saul que não merecia tal sorte,porque foi um dos líderes menos ruins que a referida nação teve.
      Mas encucado,e achando que havia escutado uma "novidade"_ com uma deliberação inconsciente, antecipou o próprio fim...
      Talvez tenha reencarnado como um cético...e se o fez,agiu muito bem.

      *Preciso corrigir uma expressão que usei num texto que escrevi ontem,e que eu aloquei nessa página como réplica ao sr.Hosaka.
      Eu disse que a Safo criava suas poesias ao som de estranhas sonoridades ouvidas normalmente nos palácios dos faraós, nos partenons da pátria em que ela vivia,e nas "tendinhas judaicas".
      O certo seria dizer "tendinhas israelitas",porque os judeus nesse tempo eram conhecidos como israelitas.
      Nos ashrams orientais,os sons monocórdios eram ainda mais monótonos-e a harpa era usada sempre.
      Tenho uma fita de áudio com uma peça musical assim(mas tocada no sampler),cuja duração é uma hora,e a qual sempre ponho para tocar,quando desejo alcançar uma acalmia extra.
      Mas,minha inspiração atual para a composição de poesias,decididamente,é a música pop.
      Nem sequer é a erudita contemporânea.
      Fiquei atraída pela guitarra,por esses dias.
      Está em meus planos aprender a tocar uma.(quero tocar rock em algumas festas)
      Claro que eu podia esperar que algum dia eu ia ficar interessada em dedilhar um instrumento de cordas.
      Guitarras,violões,violinos,violas,cavaquinhos,são bisnetos,ou bisnetos sobrinhos da harpa e do plectro que a poetinha um dia inventou...

      (texto realinhado)

      Excluir
    5. 233 »»» Ora, claro está que essa parábola foi truncada por algum copista incompetente. Essa inversão de estado após a morte não existe em parte alguma da Bíblia
      ---
      :)... e quando existe em alguma parte da Biblia, foi truncada por um copista incompetente... :)))...

      heheheh... esse 233 com seus emaranhados (des)interpretativos faz dele um autentico mestre da pantominice doutrinaria... :))...

      Seu descaramento em tentar modificar o conteúdo bíblico para o adaptar aos seus intentos de anti-Espirita, só pode mesmo ser aceite por algum limitado mental distraído...

      (sim, distraído, porque somente deficit mental não é suficiente para que alguém caia na "teia anti texto biblico" que o mestre-pantomina233 tece).... :))...



      Excluir
    6. Eu expliquei que essa parábola tem de ser rejeitada, ou então, ficar com ela e jogar fora todo o restante da Bíblia.

      Se um rivailista a aceita, então tem de andar de quatro e comer capim, e tem de jogar no lixo todos os livros de Rivail.
      Ela fala de inversão de condição entre a vida e a morte, destino eterno, céu e inferno e impossibilidade dos mortos se comunicarem com os vivos. Tudo isso é contra a doutrina de Rivail, logo, se o nosso amigo lusitano acha que ela deve ser aceita, minha opinião sobre ele é perfeita: ele não passa de um imbecil que nem sabe no que acredita.

      Excluir
    7. ... evidentemente que isso é a ótica perturbada do 233 que assim quer que seja, pois, na VERDADE!!! parábola detona com ele 233 e sua tentativa frustrada de que depois do desencarne é o nada total...

      basta ver o DIALOGO que foi travado e concluir com mente normalmente sã... (será que alguém que está no "nada consciencial", tem noção de sua condição infeliz e se queixa??)... Só mesmo na mente doentia do 233... :))...

      Excluir
  9. Estou a esperar que o V-V-ai-sem-Volta reitere que acredita na parábola do rico e de Lázaro,e, portanto, que os livros de Rivail ele já jogou no lixo, porque essa parábola ensina que há céu e inferno de onde ninguém sai, tormento eterno para quem teve vida feliz na terra e bem-aventurança para que foi sofredor em vida, e, principalmente, que os mortos não podem se comunicar com os vivos e que o Antigo Testamento deve ser obedecido, e é nele que está a proibição da consulta aos mortos.

    Se o lusitano escolheu acreditar na tal parábola, então ele me dá plena razão: os livros de Rivail devem ser jogados no lixo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. reeditando o que, ainda recentemente, JÁ FOI ESCLARECIDO ao confuso 233...
      ---
      233 »» Essa paábola é totalmente contrária á doutrina rivailista:

      VV - bem... o que essa parábola faz é detonar sem duvida alguma com a obtusa pretensão do 233 que, segundo sua propaganda intensiva, após a morte, viria o nada... :)...

      233 »»» Destino eterno após a morte, sem reencarnação nenhuma;

      VV - na verdade, nada ali é referido como sendo 'eterno'...
      Mais uma vez é o 233 querendo desesperadamente "ver/inventar" situações que não existem no texto... :)...

      233 »» Céu e inferno;

      VV - que a D. Espirita não nega e que atribui a "estados conscienciais"... "estados" esses que serão intensamente
      "vividos" em "zonas" venturosas ou terrivelmente dolorosas: por exemplo, no umbral...

      233 »»» Impossibilidade de comunicação dos mortos com os vivos;

      VV - ao contrario, é bem evidente essa possibilidade (daí o pedido)... só que foi referido que, no caso pretendido, não valia a pena. O pessoal (tal como acontece hoje perante as inúmeras evidencias) não iria acreditar ... :)...

      233 »» Autoridade do AT, Moisés e os profetas, onde há a proibição de consultar os mortos.

      VV - só é penalizada a má utilização dessa possibilidade, já que usada de forma digna e responsável ele, Moisés, até incentiva...

      Numeros,11
      26. Dois homens tinham ficado no acampamento: um chamava-se Eldad e o outro, Medad, e o espírito repousou também sobre eles, pois tinham sido alistados, mas não tinham ido à tenda; e profetizaram no acampamento.

      27. Um jovem correu a dar notícias a Moisés: “Eldad e Medad, disse ele, profetizam no acampamento.”

      28. Então Josué, filho de Nun, servo de Moisés desde a sua juventude, tomou a palavra: “Moisés, disse ele, meu senhor, impede-os.”

      29. Moisés, porém, respondeu: “Por que és tão zeloso por mim? Prouvera a Deus que todo o povo do Senhor profetizasse, e que o Senhor lhe desse o seu espírito!”

      233 »» É preciso ser muito pobre de inteligência para tentar usar essa parábola para fundamentar o Rivailismo.
      Esse lusitano é a alegria do Blog, só escreve tolices ridículas.

      VV - de facto o perturbado 233 apenas consegue passar uma imagem de individuo metido a "zé esperto" julgando que todo mundo engole suas espertices ridículas por demmais... :)...

      Excluir
    2. 29. Moisés, porém, respondeu: “Por que és tão zeloso por mim? Prouvera a Deus que todo o povo do Senhor profetizasse, e que o Senhor lhe desse o seu espírito!”

      Acaso o gajo lusitano está a entender que se tratava de mediunidade? Como eu já apontei, o lusitano tem algum tipo de dislexia que o impede de entender o que lê.
      "o povo do Senhor profetizasse" e "o Senhor lhe desse o seu Espírito" na Bíblia significa palavra inspirada por Deus, isto é, profecia.
      Não percebe o lusitano que Espírito está no singular e que "seu Espírito" significa "Espírito do Senhor" ?

      Não percebe o gajo português que Moisés proibira consultar espíritos de mortos e não poderia estar dando aval à mediunidade, logo esse caso não poderia se tratar de mediunidade rivailista?

      O argumento falacioso de Rivail que os ingênuos aceitam é que Moisés só proibiu o mau uso da mediunidade...e onde isso está no texto? E como Moisés saberia que tipo de uso estaria sendo feito, para poder proibir só o mau? Isso não passa de tolice.

      Nas passagens que falam "O Espírito do Senhor", "O Espírito Santo", o enganador Pastorino inventou um artigo indefinido que não existe no original e traduziu "um espírito do Senhor", "um espírito santo"...como os rivailistas não estudaram nem hebraico nem grego, aceitam as mentiras do enganador ex-padre.
      Enganar ignorantes é mesmo fácil.
      Pastorino já enganava como sacerdote romano e tinha prática. Quando passou para o Rivailismo somente fez o que já era do seu costume.

      Não há de se cansar o lusitano de dizer bobagens e fazer papel de ignorante e burro?

      Excluir
  10. Bom... dado seu anti Espiritismo reconhecidamente doentio, facilmente se entende que única intenção do perturbado 233 nessa "embrulhada" acima é mostrar que a Biblia mente na informação que passa para aos seus crentes leitores.
    E ele faz isto somente quando percebe e sabe perfeitamente (!!!) que a D. Espirita está ali perfeitamente mostrada/demonstrada...
    Veja-se que a Biblia, através do relator " divinamente inspirado", não apresenta a minima duvida quanto ao "personagem que falou com Saul...
    1 Samuel 28,10
    12. E a mulher, ** tendo visto Samuel,** soltou um grande grito:
    15. ***Samuel disse ao rei:*** Por que me incomodaste, fazendo-me subir aqui?

    16.*** Samuel disse-lhe: ***Por que me consultas

    Portanto... bem pode o infeliz 233 ensaiar tentativas (des)interpretativas delirantes para
    esconder a verdade do que é informado na Biblia, que suas tentativas jamais terão cabimento
    naquelas mentes que são capazes de raciocinar de forma normalmente sensata/racional...
    Coitado do 233... a D. Espirita faz com que passe o resto de sua vida emendando os "inspirados" biblicos que antecedem o evento do Espiritismo que devia vir pela informação dos Espiritos com ajuda da mão e mente de Kardec... :)...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vocês que acompanham esse debate, não gostariam de ler algum comentário do sr. V-V-ai-sem-Volta sobre algumas revelações dos espíritos? Acho que sim.
      Que tal, se nosso prezado lusitano nos dissesse como foi possível o "grande" médium Chico Xaveco receber as mensagens do espírito de sua mãe para o livro Cartas de Uma Morta?
      Como foi possível que a FEB, Federação Espírita Brasileira, publicasse aquele amontoado de absurdos? Será que não havia nenhum "espírito evoluído" de plantão para avisar que aquilo lançaria o Peruquismo-Rivailismo no mais profundo poço do ridículo?
      E por onde andava o "guia espiritual" do Emperucado, o tal Emmanuel, aquele que foi encarnação de um cônsul romano que nunca existiu? Por que ele não disse nada?
      Que será que o lusitano acha que passará pela cabeça de um iniciante nas doutrinas de Rivail, ao ler esse livro do Chico Xaveco?
      Eu acho que o lusitano vai se fingir de morto sobre esse assunto. Querem apostar?

      Excluir
    2. portanto... perante MAIS UMA!!! demonstração bíblica que não deixa
      qualquer duvida - antes pelo contrario confirma - das VERDADES!!! doutrinarias do Espiritismo, eis que o 233, numa manobra que lhe é constante, tenta mudar as atenções para outras "paragens" que não estão dentro do assunto que estava sendo tratado...

      Grande "zé esperto", esse 233... :))...

      Excluir
    3. Não disse que ele ia fugir do assunto?

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    5. 233 »» Não disse que ele ia fugir do assunto?

      qual assunto refere o "zé esperto 233"???... será aquele que, após varias indagações, finge que não vê/ouve :)... e não diz como é isso aí:

      "corpo ressuscitado/reconstruido, vai sair do tumulo lá pela tarde de um dia são nunca qualquer... porem... segundo sua mente de superior QI faz notar, tal corpo(??) não tem carne, não tem ossos, não tem sangue...

      então...

      ... a pergunta que não quer calar é que o 233 informe aí o pessoal que possa estar interessado, que corpo é esse afinal????...

      Bem simples assim... ;))...

      Excluir
    6. Os corpos dos ressuscitado é assunto do cap. 15 da primeira carta aos coríntios.
      Os corpos dos pseudoespíritos materializados com todos os sinais vitais de vivos só é explicado por mim: é um corpo bem vivo de um farsante fantasiado para enganar otários.

      Vou repetir o que o lusitano não pode explicar:

      Vocês que acompanham esse debate, não gostariam de ler algum comentário do sr. V-V-ai-sem-Volta sobre algumas revelações dos espíritos? Acho que sim.
      Que tal, se nosso prezado lusitano nos dissesse como foi possível o "grande" médium Chico Xaveco receber as mensagens do espírito de sua mãe para o livro Cartas de Uma Morta?
      Como foi possível que a FEB, Federação Espírita Brasileira, publicasse aquele amontoado de absurdos? Será que não havia nenhum "espírito evoluído" de plantão para avisar que aquilo lançaria o Peruquismo-Rivailismo no mais profundo poço do ridículo?
      E por onde andava o "guia espiritual" do Emperucado, o tal Emmanuel, aquele que foi encarnação de um cônsul romano que nunca existiu? Por que ele não disse nada?
      Que será que o lusitano acha que passará pela cabeça de um iniciante nas doutrinas de Rivail, ao ler esse livro do Chico Xaveco?
      Eu acho que o lusitano vai se fingir de morto sobre esse assunto. Querem apostar?
      Excluir

      Excluir
    7. Amigo, imaginemos o seguinte: você é uma pessoa normal, não sofre de esquizofrenia nem de outro problema mental e acredita que deve haver vida após a morte. Vai daí que ouve falar em mediunidade, em Allan Kardec e em Chico Xavier.
      Numa livraria, na seção de livros de religião, você compra livros de Allan Kardec e de Chico Xavier. Depois de algum tempo e muita leitura, você fica achando que tem muita fantasia, mas que tem muita coisa que parece lógica.
      Mas, continuando seu estudo, você estranha que os espíritos do "Plano Superior" disseram muita bobagem, como quatro satélites de Júpiter, geração espontânea, estranho motivo pelo qual a Lua mantém a mesma face voltada para a Terra, um efeito tipo João teimoso, a teoria dos sonhos etc.
      Então, você se depara com o pior: no livro Cartas de Uma Morta, de Chico Xavier, é descrita com pormenores a vida nos planetas do sistema solar narrada pelo espírito da falecida mãe de Chico, e, em Marte, esse espírito descreve mares, florestas, cidades e habitantes alados.
      Que é que faz você? Você lê tudo de novo, pra se certificar que não entendeu errado.
      Mas você não é nenhum semianalfabeto, você estudou ciências, você conhece o resultado das pesquisas russas e americanas, você sabe que não existe vida no sistema solar, muito menos marcianos voadores..
      E você vê surpreso a foto da suposta materialização da freira irmã Josefa...por que o véu, se freira não usam véu? E aquela coisa caindo da boca do médium sentado...se aquilo não são fitas, serão o quê?
      E o livro "Materializações Luminosas" com fotos recortadas de revistas para fingir materializações? Que coisa...

      Qual a sua conclusão, amigo? Claro, gastou dinheiro e tempo com uma enganação porca e mal feita que só engana retardados!

      Excluir
    8. 233 »» Os corpos dos ressuscitado é assunto do cap. 15 da primeira carta aos coríntios. (...)
      ---
      Portanto... segundo é crença bem enraizada no alienado anti
      Espirita 233, lá num dia de são nunca qualquer, as pessoas irão sair dos túmulos/ressuscitar, num corpo que não é de carne, não tem ossos, não tem sangue...

      assim...

      ... a pergunta bem simples e direta dirigida a tão "lucido" crente é somente esta: "que corpos serão esses afinal???""

      e já agora...

      ... esse perturbado 233 que em sua fixação anti Espirita é de ágil prontidão em criticar as falhas de conhecimento antigas usando os conhecimentos modernos...

      ... o que dirá ele dessa "perola" abaixo, inserida no livro Sagrado que ele tem como totalmente inspirado pelo 'Criador de tudo que existe' ???...

      Levítico,
      11:20 Todo o inseto que voa, que anda sobre quatro pés, será para vós uma abominação.

      portanto... quatro pés... em inseto?!?!?... ...

      hummm... hummm... será que terá :)... havido aí uma falha/distração momentânea na divina inspiração???...

      hummm... hummm... intrigante mesmo... :))..

      Excluir
    9. O estilo do lusitano é, quando não pode responder, tentar fazer questionamentos contra a Bíblia que encontra em sites de ateus.
      Mas, não vive ele a colocar versículos bíblicos, na ilusão de poder fazer da Bíblia um livro rivailista?

      Quanta incompetência: se acha que a Bíblia não merece crédito, por que usa versículos dela para tentar fundamentar a existência de espíritos e a reencarnação?

      Ele tem dificuldade de entender o que lê. Não está escrito que insetos têm quatro patas, mas OS QUE ANDAM SOBRE QUATRO PATAS.

      A resposta sobre esse texto de Levíticos pode ser lido em

      http://forums.tibiabr.com/showthread.php?t=303096


      Agora, o que interessa:
      Quando é que o lusitano vai explicar os questionamentos sobre Cartas de Uma Morta?
      Quem era o espírito que dizia ser a mãe do Emperucado?
      Por que "revelou" tanta asneira?
      Por que Emmanuel, o guia protetor do Emperucado, aquele que foi reencarnação de um cônsul romano que nunca existiu, não avisou nada?
      Por que a FEB não teve nenhum espírito que avisasse que esse livro lançaria o Rivailismo-Peruquismo no ridículo?

      Aguardamos as respostas...sentados, porque em pé cansa.

      Excluir
    10. Vamos continuar esperando pelas respostas do V-V-ai-sem-Volta? Acho que por toda a vida e mais cem anos...

      Mas, e você, leitor que acredita em Rivail e em Chico Xaveco, não teria nada a dizer? Voc~e acredita nessa farsa aí embaixo? O lusitano acredita, e nem se dá conta da desproporção da face semiescondida do suposto espírito e seu corpo coberto por vários lençóis.

      http://www.paginaespirita.com.br/fotos/espirito_materrializado.jpg

      Excluir
    11. Ao pessoal do Blog:
      O sr. Frank Hosaka está meio ocupado pedalando sua bicicleta meio peladão, incentivado pela boa companhia, a despeito do frio em Diadema de 13 °C.
      Ele manda um abraço para todos, disse que tem feito suas rezas para que a defunta Tereza abençoe a todos e que deve estar de volta semana que vem.

      Excluir
    12. ...de facto está ficando impossível obter uma explicação idónea e plausivel para um questionamento que não quer calar...

      ... e veja-se que até nem é uma indagação tão complicada assim...

      ... "segundo é crença bem enraizada no alienado anti Espirita 233, lá num dia de são nunca qualquer, as pessoas irão sair dos túmulos/ressuscitar, num corpo que não é de carne, não tem ossos, não tem sangue...

      assim...

      ... a pergunta bem simples e direta dirigida a tão "lucido" crente é somente esta: "que corpos serão esses afinal???""

      Quanto à questão biblica dos insetos com 4 pès... eu nunca escondi, antes pelo contrario já o anunciei aqui por diversas vezes, que, na minha maneira de ver, a humanidade não sentiria grande falta se a Biblia somente contemplasse o Evangelho do Mestre, e sem a inclusão do VT... (aquele em que, por exemplo, Moises anuncia o "não matarás" e logo de seguida passa pelo fio da espada muitas das gentes que atrapalhavam sua "marcha"...

      e ainda..

      ... é exatamente o contrario do que pretende o "zé esperto 233" quanto a eu usar a Biblia para legitimar o Espiritismo...

      ... na verdade, é ele precisamente quem pretende expulsar da Biblia a D.Espirita/PURO CRISTIANISMO, através de manobras sem regras e sem qualquer pudor moral, demonstrando a todo momento (TODO MOMENTO MESMO!!!) uma imensa falta de respeito
      para com o intelecto do pessoal que aqui poderá comparecer de forma séria e honesta...

      De minha parte, apenas MOSTRO/DEMONSTRO a mensagem de Jesus, sem necessidade de qualquer malabarismo (des)interpretativo aberrante para deturpar a realidade dos factos, tal qual faz o perturbado 233...

      Ou seja...

      ... não tenho qualquer, dificuldade em tornar visivel que O Mestre dos mestres já fazia antever a Doutrina que Kardec, por intermedio dos Espiritos, colocou à disposição da humanidade...

      Enfim... bem "zé esperto" esse 233... :)...

      Excluir
    13. Já que o lusitano não tem como responder, é melhor eu perguntar a outro rivailista-peruquista.

      Quem era o espírito que disse ser a mãe do Chico Xaveco e "revelou" todas as besteiras do livro Cartas de Uma Morta?
      Se Chico tinha um protetor, o tal Emmanuel, por que não foi avisado que aquelas "revelações" eram bobagens que o poriam no ridículo?
      Por que a FEB, uma editora de livros rivailistas-peruquistas, não teve um espírito simpatizante para alertar que esse livro poria a editora e o "maior médium" na condição de um circo e seu palhaço?

      Você que acredita em espíritos desencarnados, em mediunidade, em reencarnação e em Chico Xaveco, por que não consegue responder a essas questões? Rivail não disse que uma fé tem de ser capaz de responder a qualquer questionamento?
      O lusitano desistiu e jogou a toalha, ele não tem resposta. E você?

      Excluir
    14. pois é... como justificar a incapacidade do perturbado 233 em responder a uma questão colocada de forma bem simples e que qualquer pessoa é capaz de entender (???)...

      "segundo é crença bem enraizada no alienado anti Espirita 233, lá num dia de são nunca qualquer, as pessoas irão sair dos túmulos/ressuscitar, num corpo que não é de carne, não tem ossos, não tem sangue...

      assim...

      ... a pergunta bem simples e direta dirigida a tão "lucido" crente é somente esta: "que corpos serão esses afinal???""

      hein???... HEIN????.... heiiiiiiiin???... HEIIIIIIIIIIN???...

      :))..


      Excluir
    15. O corpo ressurrecto será semelhante ao de Jesus!
      A ressurreição do corpo no final dos tempos não será a ressurreição do corpo anterior, como aconteceu com o filho da viúva de Sarepta (1 Rs 17.17-24), com o filho da sunamita (2 Rs 4.32-35), com o filho da viúva de Naim (Lc 7.11-17), com a filha de Jairo (Lc 8.51-56), com Lázaro (Jo 11.38-44) e com Dorcas (At 9.36-42). Não será um mero prolongamento ou repetição da vida terrena. Será algo absolutamente novo.
      Paulo tenta explicar: “Nossos corpos terrenos, que morrem e apodrecem, são diferentes dos corpos que teremos quando voltarmos novamente à vida, pois estes nunca morrerão. Os corpos que agora possuímos causam-nos tropeço, pois ficam doentes e morrem; entretanto, estarão cheios de glória quando voltarmos à vida novamente. Sim, são fracos porque agora são corpos mortais, mas quando revivermos, eles serão cheios de força. Quando morrem são apenas corpos humanos, porém, quando voltarem à vida, serão corpos sobre-humanos. Como existem corpo naturais, humanos, assim também há corpos sobrenaturais, espirituais” (1 Co 15.42-44).

      Na tentativa de explicar a glória do corpo depois da ressurreição, Paulo chega a afirmar que Jesus “transformará os nossos corpos humilhados, tornando-os semelhantes ao seu corpo glorioso” (Fp 3.21). Em sua primeira Epístola, João afirma o mesmo: “Quando [Jesus] se manifestar, seremos semelhantes a ele” (1 Jo 3.2). O processo de salvação só termina com a glorifi cação (o contrário de humilhação) do corpo: “Aqueles que [Deus] de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho” (Rm 8.29).

      Cada um de nós, depois da ressurreição, teremos nossa identidade e história pessoal mantidas (isso é continuidade), embora em outro corpo, então glorioso (isso é descontinuidade). A biologia dos mortos que tornaram a viver no decurso da história bíblica é uma, mas a biologia do corpo da ressurreição final será outra, impossível, agora, de ser estudada, investigada e entendida!

      Excluir