domingo, 7 de abril de 2013

Paulo de Tarso deturpou a palavra de Jesus?

Faz tempo recebi esse texto por e-mail, mas sem a referência de onde foi tirado. Portanto peço desculpas por essa falha, pois realmente não sei a sua origem.
Fala sobre paulo de Tarso e Jesus.
Vejamos um breve resumo:


"Embora não esteja entre os evangelistas e nem sequer tenha sido um dos 12 apóstolos, Paulo de Tarso é tido como um dos maiores intérpretes do cristianismo. Suas epístolas,  escritas enquanto estava na prisão como cristão perseguido, foram incorporadas à Bíblia e permanecem um grande instrumento difusor da doutrina cristã entre os povos não-judaicos.
Mas será que a pregação de Paulo é a mesma de Jesus? Há vários indícios de que, como num plano de
sabotagem, Paulo divulgou, em nome do Messias, uma doutrina falsificada.

Paulo, nascido Saulo, em Tarso, na Ásia Menor, servia aos romanos como uma espécie de agente policial. Ele fazia investigações para descobrir os locais de reunião dos nazarenos - como eram chamados os primeiros seguidores de Jesus-, para prendê-los e supliciá-los. Anos depois da crucificação de Cristo,
numa de suas incursões ele teria tido uma visão do Messias e se convertido. Foi aceito pelos nazarenos e com eles estudou durante quase três anos. Paulo começou, então, a divulgar a doutrina, mas com diversas mudanças. Os nazarenos se opuseram a essas alterações, o que culminou com a sua expulsão.

Várias vozes já alertaram sobre a falsidade da obra de Paulo, entre elas a do profeta da não-violência Mahatma Gandhi e a do teólogo alemão Albert Schweitzer, prêmio Nobel da Paz em 1952. "As Epístolas são uma fraude dos ensinamentos de Cristo, são comentários pessoais de Paulo à parte da experiência
pessoal de Cristo", escreveu Gandhi. "Paulo nos mostra com que completa indiferença a vida terrena de Jesus foi tomada", escreveu Schweitzer.

Muito do conteúdo das epístolas está claramente em oposição à doutrina de Jesus. Isso ficou evidente após o descobrimento de escrituras autênticas e completas dos ensinamentos de Cristo: o Evangelho dos Doze Santos, encontrado em 1850 no Tibete; o Evangelho Essênio da Paz, achado na Biblioteca
 o Vaticano em 1925; e os Manuscritos do Mar Morto, encontrados em 1945 numa caverna do Oriente Médio, com os ensinamentos dos essênios que viveram nos séculos I e II. Comparemos algumas das palavras de Jesus, segundo o Evangelho dos Doze Santos, com as palavras de Paulo, segundo suas próprias epístolas:

Vegetarianismo - Jesus: "Não comereis a carne nem bebereis o sangue
de nenhuma criatura abatida (...) Porque das frutas das árvores e das sementes
das ervas Eu partilho somente". Paulo: "Aqueles cuja fé é fraca comem somente
vegetais". (Romanos 14)

Remissão dos pecados - Jesus: "Nenhuma oferenda de sangue, de besta,
de pássaro ou de homem pode tirar o pecado. Como pode a consciência ser purgada
de pecado pelo derramamento de sangue inocente?" Paulo: "Com efeito, quase todas
as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue; e sem derramamento de sangue
não há remissão (...) O sangue de Cristo, que, pelo Espírito eterno, a si mesmo
se ofereceu sem mácula a Deus, purificará a nossa consciência." (Hebreus 9)


Discriminação da mulher na Igreja - Jesus: "Em Deus o masculino não
é sem o feminino, nem o feminino sem o masculino (...) Deus criou a espécie
humana na divina imagem macho e fêmea (...) Assim devem os nomes do Pai e da Mãe
ser igualmente reverenciados (...) Deixai-os escolher, dentre eles mesmos,
homens e mulheres (...) que exercerão o sagrado ministério". Paulo: "E não
permito que a mulher ensine". (Timóteo 2:14) "A cabeça de todo homem é Cristo; a
cabeça de toda mulher é seu marido." (Efésios 4)
Nada mais verdadeiro que as palavras de Jesus: "Homens de mentes
perversas, por meio de ignorância e malícia suprimirão muitas coisas que vos
tenho falado e atribuirão a mim coisas que nunca ensinei. Porém (...) as coisas
que esconderam serão reveladas (...) e a verdade fará livres aqueles que estavam
presos".


O 233 é fã dos ensinamentos de Paulo, isso está mais do que provado.


SA

21 comentários:

  1. Que texto interessante!
    Conheço superficialmente,os textos sagrados das religiões principais.
    Li a bíblia em 1.990.

    Irei aproveitar o ensejo para mais uma das minhas suposições reencarnatórias,e o personagem de hoje,será justamente,o apóstolo Paulo.
    Não fiz pesquisa para escrever a crônica,portanto ela vai ficar simplezinha.
    Não tenho certeza do que irei dizer,embora eu tenha feito a correlação entre o hierofante em referência,e mais dois personagens históricos(um morreu no ano passado),há uns dez anos.
    De algumas suposições minhas,tenho certeza,de outras não.

    O homem do passado,que repentinamente se apaixonou pelo cristianismo,e que de perseguidor,passou a pregador- esse que deve ter sido um rabino polêmico e barulhento,com uma certa tendência machista,continuou apaixonado pelo cristianismo e pelas questões religiosas.
    Posteriormente retornou como Martinho Lutero,o iniciador da reforma religiosa que deu origem ao protestantismo.
    Com uma atitude semelhante à do monge Shinran,que na mesma época,iniciou uma reforma do Budismo,Lutero pretendia devolver a pureza ao cristianismo,ao passo que monge Shinran tentou simplificar o budismo.

    Essa última história deu origem ao budismo de imigração,e ao Terra Pura,do qual fui adepta.(agora,sigo uma vertente vajrayana)
    Lutero,por sua vez,popularizou a leitura da bíblia,e gerou nos crentes, maior autonomia religiosa.
    De certa forma,ele tentou fazer pelo cristianismo,o mesmo que o antigo aluno indireto do sr.Jesus fez,mas acabou a vida bem maluquete,brigando com diabos.

    Acho que quando esteve nos "mundos do renascimento",tomou contato com o Budismo,e com a teologia hindu.
    Continuou apaixonado pelo cristianismo,mas entendeu que o Deus de todas as religiões é um só.

    No século vinte,tivemos um esotérico famoso aqui em São Paulo,adepto da Teosofia,e que teve um programa radiofônico.
    Era também um cristão apaixonado,sr.Jesus para ele "era o cara".

    Junto de um brother budista falecido em 2.008(na época,lamentei a morte dele,no gd do terra), dava aulas na sociedade brasileira de eubiose.
    Foi metalúrgico,engenheiro,e ao se aposentar,se dedicou noite e dia dia à divulgação da doutrina de Helena Petrovna Blavatsky.
    Eu escutava seu programa quase todo dia.
    Ele também foi agenciador de viagens de poucos dias(mais baratas) para Israel,India,Egito,e para certos países da Europa.
    Sabia muita coisa,e ensinou aos ouvintes do seu programa,algumas técnicas para turbinar a inteligência,e a motivação.
    Dava palestras sobre isso nas empresas.

    Clarividente, previu no início do governo Lula que haveria uma corrupção jamais vista no país,previu com algum sucesso,catástrofes climáticas.
    Na época,eu tinha uma amizade que morava na Califórnia,EUA,e eu mandei avisar tal pessoa.
    Ela me tranquilizou,dizendo que aquele local não era sujeito a furacões.
    De fato,os furacões atingiram outras cidades,em setembro de 2.005.

    Eu gostava muito de ouvi-lo,porque estava sempre alegre,otimista,transmitindo esperança e uma grande fé no futuro da Humanidade.

    continua

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. viagens maionésicas 8,parte 2domingo, abril 07, 2013 9:50:00 PM

      Com ele aprendi sobre os "anjos caídos" na verdade,serem e.ts que vieram à Terra para elevar a mente da Humanidade autóctone.
      Já havia lido sobre tal assunto na antiga revista Amaluz,mas ele falava melhor sobre esse tema do que ninguém.

      Liguei algumas vezes para o seu programa,fiz perguntas difíceis,ele me respondeu todas.
      Conhecia a dieta do tipo sanguíneo.
      Quando eu pensei que o homem não sabia sobre a destruição do planeta Maldek(duzentos e cinquenta milhões de anos atrás, e falei no tema com ele,para a minha surpresa,ele sabia! (fiuzinho...)

      Um gênio, infatigável.
      Ultimamente,andava dando aulas de meditação.
      Meu interesse crescente pela internet,contudo,me fez perder o contato com o programa.
      Fiquei um ano sem escutá-lo,mas vivia pensando que ele seria o melhor agente turístico que eu poderia encontrar para eu programar,uma viagem em excursão para Metilene,na Grécia,que eu passei a querer muito conhecer,depois de saber que "vivi por lá" há milênios.
      Voltei a procurá-lo no rádio,mas onde estava o professor Adhemar Ramos?
      Procurei informações no Google.

      Esse homem infatigável talvez trabalhasse do jeito que trabalhava,porque intuía(era clarividente)que não seria longevo como foi o Maharishi Mahesh,por exemplo,que morreu com cem anos.
      O tempo urgia,era preciso divulgar a Teosofia,e a necessidade de unir o pensamento religioso num só,pelo bem da Humanidade.
      Ninguém melhor do que ele para fazer isso,seu fôlego se parecia muito o fôlego de um sri Santinho,divulgando o dharma pela India,e de um apóstolo Paulo,tornando o mundo antigo,um mundo de cristãos.

      Nosso grande esotérico morreu em fevereiro do ano passado,de um mal súbito(as notícias não revelam o que ele teve).
      Ficou internado no Beneficiência Portuguesa(conheço aquele hospital) e fez "a passagem" em fevereiro de 2.012.
      Aos setenta anos de idade,que ele não parecia ter(parecia ter uns quarenta)

      Decepcionada,me sentindo tão desamparada quanto me senti quando aquele brother budista morreu em 2.008,pensei "não tem mais quem vai reunir uma turma disposta a ir para a Grécia a preços módicos".
      Minha viagem,ficará adiada por tempo indeterminado,porque o prof.Adhemar Ramos fez a viagem que ele precisava fazer.

      Duvido que,esperto como ele era,ele não vai,lá no outro mundo,saber desse artigo que estou escrevendo agora.
      Ele era antenado em tudo.
      Talvez,conheceu o gd do Terra,e viu de passagem,esse blog.

      Ele tem clipes que podem ser encontrados no Youtube,com palestras sobre motivação,dietas alimentares, educação,e esoterismo.
      Sempre com sua voz alta,e com sua deferência especial por nós mulheres,o que é outra coisa que o relaciona ao apóstolo Paulo,pois se esse não teve nenhuma admiração por nós, ele deve ter se empenhado muito em corrigir tal falha.
      O prof.dizia que gostava de nós,mesmo quando nos mostrávamos megeras,porque não acreditava que nenhuma mulher era ruim de verdade...

      À semelhança do velho hierofante do cristianismo,e do mago da reforma protestante,deixou uma herança mística que por muito tempo,ainda fará barulho.

      Deus tenha o sr.em bom lugar,prof.
      Esse artigo foi para estravazar o luto que ainda sentimos por sua morte repentina.
      Não consigo acreditar,acho que foi um engano,e que qualquer hora o sr.vai aparecer,rindo,

      "_enganei vocês,estou de volta...upalalá..."

      -em tempo,

      Maldek foi um planeta que ficava entre Júpiter e Saturno,muito antes de haver uma Humanidade na Terra.
      Seus fragmentos estão ostensivamente presentes,naquela região que ficou vaga.

      Maharishi Mahesh foi líder da sociedade de meditação transcendental(da qual já fiz parte) e guru dos Beatles.
      Morreu em 2.008.

      Excluir
    2. Meu texto não ficou perfeito.
      Na primeira parte pratiquei um tremenda redundância com a palavra "dia" e na segunda,deixei vírgulas figurarem até no pensamento.

      Estou em outro pc,esse ainda tem o Windows 6,o qual vez por outra,impede revisões.(não escrevo no word de outros computadores além dos meus)
      O conteúdo,porém,sei que ficou bom.

      Eu gostaria de ter postado a música do Gonzaguinha que era tema de abertura dos programas do esotérico sobre quem falei,mas preferirei fazer isso depois,em meu notebook.

      Despertei a curiosidade dos leitores sobre a teosofia,e sobre o personagem mencionado.
      Será bem fácil encontrar informações sobre ele,e procurem fazer bom proveito da história e das prédicas de Helena Petrovna Blavatsky,criadora da Teosofia,que eu conheço superficialmente,por causa das minhas antigas leituras da revista planeta,e devido à expectação dos programas do prof.Adhemar Ramos.

      "eu fico com a pureza da resposta das crianças
      é a vida,é bonita e é bonita
      viver,e não ter a vergonha de ser feliz
      cantar a beleza de ser um eterno aprendiz...
      eu sei que a vida podia ser bem melhor e será
      mas nada me impede que eu repita,
      é bonita, é bonita e é bonita..."

      ººººººº

      Excluir
    3. Alguns (de preferência,católicos) vêem semelhanças entre o apóstolo Paulo,e o padre jesuíta José de Anchieta,cuja catequização de índios na região sudeste do Brasil,iniciou a vila de São Paulo,a qual originou nossa cidade.

      Os espíritas,acredito,vêem uma vinculação entre o antigo hierofante do cristianismo,e o médium FCXavier.

      As duas possibilidades mencionadas acima são respeitáveis,mas eu levo mais em consideração a primeira, pois sr.FCXavier se parece mesmo, é com são Francisco de Assis.
      Daqui a um tempo,irei especular as similaridades entre o antigo hierofante,e o padre jesuíta.
      Só para não ficar em dívida com os que acreditam nisso.

      Mas,talvez meu próximo texto "Viagens Maionésicas" especulará sobre o contato entre Livia Drusilla,eminência parda da Roma antiga,e bisavó de Nero,e Margareth Thatcher,que morreu hoje.
      Para isso,irei fazer uma pesquisa.

      Vejam a notícia.
      Oxalá essa senhora tão valente até em seus momentos críticos conheça finalmente a paz.

      a ministra.

      Excluir
  2. Eu acho bem difícil os textos do Paulo, um dos meus professores de História afirmou que o cristianismo conseguiu prosperar no mundo graças ao seu marketing. Não vejo como. A minha sobrinha é ateia assumida, mas um dia ela leu um longo texto que fala das virtudes do amor, achei interessante e ela me contou que era do Paulo. Os textos do Paulo são polimorfos, cada um encontra uma peça diferente. Na minha opinião, a Srta Nihil encarna bem mais o Paulo do que o Sr Adilson. No texto que ela acabou de escrever, eu só vi a passagem para a Grécia que ela perdeu. Já o texto da SA fala sobre a possibilidade do Paulo ter torcido as palavras de Jesus, comparando alguns trechos de textos. Mas o texto do Paulo não tem como ser isolado em alguns trechos, a técnica dele é tão torcido, tão cheio de nó, que eu acredito que o Paulo foi o primeiro embrião espiritual da Nihil. E se você perguntar à Srta Nihil se ela é contra o matrimônio da Daniela Mercuri, certamente ela vai escrever um texto de vários parágrafos, concluindo com a velha frase de que o salário do pecado é a morte. Como ainda tenho o direito de livre escolha, prefiro a versão fantasiosa de que Jesus veio para dar vida, e vida em abundância. O quanto isso vai custar, espero que seja bem menos que uma passagem para a Grécia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sr.Hosaka, acredito que fui uma "Gls" da Grécia antiga.
      Não tenho nada contra os amores alheios.
      (só acho que isso não precisava virar capa de revista...'sse mundo tá mesmo virado...hehe!)

      Se o sr.Paulo omitiu informações da biografia do seu mestre,foi no afã de se fazer ouvir pelas pessoas(o mesmo "afã" que tinha o prof.Adhemar para contar tudo em que acreditava)

      Irei mudar o tema para computadores.
      Afinal,com a ajuda deles,deixei de ser só poeta,passei a ser dissertadora também.
      Outro dia,fiz uma pergunta ao sr.sobre o que fazer com um pc que não vai mais funcionar.(o sr.não viu)
      Em que lixo ele pode ser jogado fora.
      Retirarei a pergunta,porque irei trazer o danificado de volta para casa(está na assistência técnica) para tentar aproveitar sua bateria.
      Farei outra pergunta.
      Uma bateria de um computador pequeno da Acer,e que dura três horas e meia,pode ser usada num igualmente pequeno da Positivo,e cuja bateria original dura duas horas e meia?
      Imagino que vou constatar isso na prática,mas gostaria de ouvir um comentário(pode ser pequeno) do sr.antes.

      Em algum dia no qual eu ficar,após a cerimônia religiosa no templo,um tempão acessando a internet num shopping center qualquer,precisarei de uma bateria de reserva,pois sempre portarei o pc da Positivo,meu novo netbook,rei da mobilidade(pesa um quilo)
      Se o da Acer não servir,aí eu comprarei uma avulsa,mas vou achar uma pena se não puder usar o da Acer,com maior potencial.
      Oxalá,ela não tenha sido também queimada no curto circuito que detonou o pczinho.

      °°°sua sobrinha mais velha herdou o agnosticismo da sua mãe(e avó dela),sr.Hosaka,mas acho que ela sabe disso.

      Excluir
    2. Acho que a bateria da Acer é menor e mais fina que o do Positivo. Tudo nessa vida é substituível, por exemplo, você pode trocar o 233 por MB, que a vida vai continuar na mesma, mas peças de computador, isso vai ser muito difícil, isso se você tiver a sorte de encontrar um original e quando encontra o fornecedor quer pela metade de um novo. Melhor seguir o conselho do Aniston, quem quiser salvar o PC, primeiro terá que abandona-lo, em seguida terá que seguir Jesus e aguardar no que vai dar.

      Excluir
    3. Hosaka, para a sua inteligencia indescritivel: Sabe o que a caixa de leite falou pro leite de saquinho? vem pra caixa voce tambem, vem ! hehehe

      Excluir
    4. Obrigada pela opinião,sr.Hosaka.
      Eu pensei que fôsse o contrário,ou seja,que a bateria do Acer fôsse mais volumosa,porque é um pc mais pesado,mesmo quando é pequeno.
      Talvez,nem irei fazer o teste.
      Já vou logo encomendar uma bateria a mais da Positivo.
      Só porque eu quero ter uma de reserva,para emergências.

      Hum...veja uma retribuição minha.
      O clip foi produzido por uns amigos do Contravocê.(kk)
      Se não viram em outra página do blog,poderão conferir aqui.(hehehe!)

      trecho de "A História do Mundo"

      Excluir
    5. Céu
      céu azul
      céu absoluto
      céu absurdo
      véu tão puro

      c éu azul
      c é u 'surdo
      cé u de luto
      éu tão u ro

      ceeeeéuuuuu...

      por que será que vejo o seu rosto(príncipe)
      desenhado nas nuvens?

      c é u re soluto
      c é u tão 'urro
      se chove é triste
      c é u de lume
      véu escuro...

      (a poesia foi para homenagear a nova capa do blog.
      Poemas neoconcretos não são minha praia,mas acabei de tentar um.)

      Excluir
    6. mar de marinheiro...
      'éu de brigadeiro.

      todas as aves em suas rotas migratórias
      todos os pássaros comuns em sua trajetória...

      Excluir
    7. imenso tobogã
      ufos, estrela da manhã
      rota dos aviões
      manto de estrelas

      céu dos anjos
      escada dos santos
      azul claro
      azul anil

      ...estou a mil pés de altura
      voando sem parar
      sonho, imaginação
      projeção astral
      no firmamento do disco solar

      céu de chuva
      céu,é claro
      ceeéu...sumiu
      ruflar de asas.

      Excluir
  3. AQ dra. SA não colocou a fonte de seu texto, o que o torna inaproveitável. Pode ter sido escrito por um V-V-eado rivailista ou macumbeiro que sabe muito bem que nas epístolas de Paulo a sodomia é condenada (1Cor 6: 9-11). Pode ter sido escrita por um católico-esotérico que detesta o trecho em que Paulo condena os ídolos e ainda afirma que por trás deles estão os demônios (1Cor 10: 14-22).

    Dra. SA, em sites reencarnacionistas não haverá nunca a aceitação de Paulo. Eles mentem porque sabem que os adeptos da reencarnação não conhecem a Bíblia:
    "Foi aceito pelos nazarenos e com eles estudou durante quase três anos."
    No cap. 1 da epístola aos gálatas Paulo desmente isso, ele não aprendeu a doutrina cristã com ninguém, mas afirma que a recebeu por revelação do próprio Jesus, que o chamou e comissionou.
    O mais engraçado é os adeptos da mediunidade não aceitarem que Paulo recebeu a revelação da doutrina diretamente de Cristo. Eles acreditam que qualquer Zé ninguém receba mensagens de mestres transcendentais, mas não aceitam que Paulo tinha revelações recebidas de Jesus.

    Quanto à dificuldade de entender o que o apóstolo dos gentios escreveu, não é tanta assim. Há passagens bem claras, que não dependem de nenhuma habilidade exegética:

    "Dificilmente alguém morreria por um justo; pois poderá que pelo bom alguém se anime a morrer. Mas Deus prova seu próprio amor para conosco PELO FATO DE TER CRISTO MORRIDO POR NÓS, sendo nós ainda pecadores." (Romanos 5:7-8)

    "Antes de tudo, vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras (Isaías 53:5-12), e que foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras (Salmos 16:8-10 e Oseias 6:2)

    Esses sites rivailistas são ridículos na sua tentativa de justificar Rivail.
    Evangelho dos doze santos? Hahahahaha!

    Aposto que o galego idiota vai ficar emocionado e agradecer a dra. Selma por esse texto "esclarecedor"...
    Hahahahahahaha!




    ResponderExcluir
  4. Realizo Sessões de Psicoterapia e Orientação Cósmica Via Email e Msn. Preços Promocionais Para Brasileiros e Amigos do GD .
    ass. Hosaka, o lunático

    ResponderExcluir
  5. Hosaka, para a sua inteligencia indescritivel: Sabe o que a caixa de leite falou pro leite de saquinho? vem pra caixa voce tambem, vem ! hehehe

    ResponderExcluir
  6. Jesus proclamou o Evangelho simples da paternidade de Deus e fraternidade dos homens. Sua boa nova era a revelação do amor do Pai celeste pelos seus filhos na Terra.

    O Cristinismo, como foi constituído depois, era na verdade muito mais um "Paulismo", uma religião "sobre Jesus", em vez da "religião de Jesus".

    2092.4) 196:2.6 Jesus fundou a religião da experiência pessoal, ao fazer a vontade de Deus e ao servir à irmandade humana; Paulo fundou uma religião na qual o Jesus glorificado tornou-se o objeto da adoração, e a irmandade consistiu nos irmãos que eram crentes do Cristo divino.

    A boa-nova do evangelho do Reino fundamenta-se na experiência religiosa pessoal do Jesus da Galiléia; o cristianismo baseia-se quase que exclusivamente na experiência religiosa pessoal do apóstolo Paulo. A quase totalidade do Novo Testamento é devotada, não a retratar a vida religiosa, significativa e inspiradora, de Jesus, mas a uma discussão da experiência religiosa de Paulo e a um retrato das suas convicções religiosas pessoais. As únicas exceções notáveis, dentro dessa afirmação, afora certas partes de Mateus, de Marcos e de Lucas, são o Livro dos Hebreus e a Epístola de Tiago. Mesmo Pedro, nos seus escritos, apenas uma vez reflete a vida pessoal religiosa do seu Mestre. O Novo Testamento pode ser um documento cristão esplêndido, mas é um documento que pouco tem de Jesus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O evangelho (boa nova) não é de paternidade de Deus, a boa nova é a salvação pela fé em Jesus Cristo, que não veio "servir à irmandade humana", a missão de Jesus era morrer na cruz para salvar o pecador, e isso é explicitado por Paulo, mas já o fora por Isaías.
      O nome Jesus significa "EU SOU a salvação". Os evangelhos e as epístolas são a carteira de identidade de Jesus, todo ensino que prioriza paternidade de Deus, irmandade dos homens etc. são resistências à mensagem de salvação em Jesus, e são ensinos de autossalvação, de evolução e não passam de doutrinas rivailistas disfarçadas, como o LU.
      A mensagem de que contemplou e tocou e aprendeu de Jesus, como o apóstolo João é:
      "Deus nos deu a vida eterna, e essa vida está em seu Filho. Quem tem o Filho tem a vida, quem não tem o Filho de Deus não tem a vida.
      Também sabemos que o Filho de Deus é vindo e nos tem dado entendimento para reconhecermos o verdadeiro; e estamos no verdadeiro, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna." (1João 511,12 e 20)
      Toda resistência a Paulo denuncia a falsa doutrina da evolução espiritual e autossalvação, e não passa de algum tipo de doutrina rivailista, principalmente quando pretende acrescentar alguma coisa à Bíblia.
      "A todos que o receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que creem no seu nome. (João 1:12)

      Excluir
    2. Essa é a versão Paulina do Evangelho do Reino, e da maioria dos apóstolos. Mas isso tem uma explicação:

      (2066.1) 194:4.1 Quando Jesus foi subitamente aprisionado pelos seus inimigos e tão rapidamente crucificado, entre os dois ladrões, os seus apóstolos e discípulos ficaram inteiramente desmoralizados. O pensamento de que o Mestre houvesse sido preso, amarrado, açoitado e crucificado, era demais, até mesmo para os apóstolos. Eles esqueceram-se dos seus ensinamentos e das suas advertências. Ele podia, de fato, ter sido “um profeta poderoso nos feitos e nas palavras, perante Deus e todo o povo”, mas dificilmente seria o Messias que restauraria o reino de Israel, e disso é que eles tinham esperança.

      (2066.2) 194:4.2 Então veio a ressurreição, que os livra do desespero e que os leva de volta à sua fé na divindade do Mestre. De novo e de novo eles falam com ele; e ele os leva ao monte das Oliveiras, onde se despede e lhes diz que está indo de volta ao Pai. Ele lhes havia dito para permanecer em Jerusalém, até serem dotados com o poder — até que o Espírito da Verdade viesse. E, no Dia de Pentecostes, este novo mestre vem; e eles saem imediatamente para pregar o seu evangelho, com um novo poder. São os seguidores audazes e valentes de um Senhor vivo, não de um líder morto e derrotado. O Mestre vive nos corações desses evangelistas; Deus não é uma doutrina nas suas mentes; tornou-Se uma presença viva nas suas almas.

      (2066.4) 194:4.4 O que aconteceu àqueles homens a quem Jesus havia ordenado que saíssem para pregar a palavra do Reino de Deus, a paternidade de Deus e a irmandade entre os homens? Eles têm um novo evangelho; estão ardentes pelo fogo de uma nova experiência; estão repletos de uma energia espiritual nova. A sua mensagem transformou-se subitamente na proclamação do Cristo que ressuscitou: “Jesus de Nazaré, um homem que Deus aprovou por meio de obras poderosas e prodigiosas; a ele, que foi enviado com conhecimento prévio e com o conselho determinado de Deus, vós o crucificastes e matastes. As coisas que Deus havia prenunciado pela boca de todos os profetas, Ele as cumpriu. A esse Jesus, Deus o ressuscitou. Deus o fez tanto Senhor quanto Cristo".

      (2066.5) 194:4.5 O evangelho do Reino, a mensagem de Jesus, havia, subitamente, sido transformado no evangelho do Senhor Jesus Cristo. Eles agora proclamavam os fatos da sua vida, morte e ressurreição e pregavam a esperança de um pronto retorno dele a este mundo, para concluir o trabalho que começara. Assim, a mensagem dos primeiros crentes tinha a ver com a pregação sobre os fatos da sua primeira vinda e com o ensinamento da esperança da sua segunda vinda, um evento que eles consideravam estar muito próximo".

      Excluir
    3. (2059.3) 194:0.3 Esses homens haviam sido instruídos e treinados no sentido de que a palavra de Deus, que iriam pregar, devesse ser a paternidade de Deus e a filiação do homem, mas, exatamente nesse momento de êxtase espiritual e de triunfo pessoal, tudo o que esses homens conseguiam pensar, como sendo a melhor informação, como a grande nova, foi no fato de o Mestre haver ressuscitado. E assim eles saíram, dotados de um poder vindo do alto, pregando as boas-novas ao povo — e mesmo a salvação por meio de Jesus — , contudo, não intencionalmente, caíram no erro de substituir a mensagem em si do próprio evangelho, por alguns dos fatos ligados ao evangelho. Sem assim o querer, Pedro caiu nesse erro; os outros o seguiram; e até mesmo Paulo, o qual criou uma religião recente baseada numa nova versão das boas-novas.

      (2059.4) 194:0.4 O evangelho do Reino de Deus é: o fato da paternidade de Deus, combinado com a verdade resultante da filiação-irmandade dos homens. O cristianismo, como se desenvolveu a partir do dia de Pentecostes é: o fato de Deus, enquanto Pai do Senhor Jesus Cristo, em associação com a experiência da crença-comunhão com o Cristo ressuscitado e glorificado.

      (2059.5) 194:0.5 Não é de se estranhar que esses homens, impregnados pelo espírito, se houvessem agarrado à oportunidade de expressar os seus sentimentos de triunfo sobre as forças que tinham tentado destruir o seu Mestre, deixando de lado, desse modo, a influência dos ensinamentos dele. Em momentos como esses mais fácil era lembrarem-se da sua ligação pessoal com Jesus e enlevarem-se com a segurança de que o Mestre ainda estava vivo, de que a sua amizade com ele não havia chegado ao fim; e de que o espírito tinha realmente vindo sobre eles tal como ele havia prometido.

      (2059.6) 194:0.6 Esses crentes sentiram-se subitamente transladados para um outro mundo, em uma nova existência na alegria, poder e glória. O Mestre havia dito a eles que o Reino viria em poder; e alguns deles pensaram que estavam começando a vislumbrar o que ele havia desejado expressar.

      (2059.7) 194:0.7 E quando tudo isso é levado em consideração, não fica difícil entender o modo como esses homens puseram-se a pregar um novo evangelho sobre Jesus, em lugar da sua mensagem anterior da paternidade de Deus e da irmandade entre os homens.

      Excluir
  7. Palavra de entendido, sim, "entendido", como o farsante que aparece de pé:
    "Parece fita, mas não é." (V-V-ai-sem-Volta)

    O idiota lusitano acredita mesmo nessa palhaçada peruquista!

    http://4.bp.blogspot.com/_LN8dYBcOU0Q/SMMkTxGrzYI/AAAAAAAAAC0/dpjJ-VdtqmE/s320/materializacao_FCX.jpg

    "Entendido", na gíria gay é o mesmo que V-V-eado.

    ResponderExcluir